A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/09/2013 08:27

Piloto garante que suspensão de voos em Campo Grande é desnecessária

Lidiane Kober

Alegando a possibilidade de utilização da pista lateral, piloto de uma das principais companhias aérea brasileiras, que pediu sigilo do nome, garantiu ao Campo Grande News que a suspensão de voos noturnos no Aeroporto Internacional da Capital é desnecessária. Ele se refere a "pista de táxi", utilizada como auxiliar nos aeroportos, que serve para agilizar o tráfego dos aviões no solo, dando acesso à principal. 

A informação do piloto tem como base normativo do comando da aeronáutica. De acordo com a portaria n° 215/DGAC, de 16 de novembro de 1981, publicada no Diário Oficial n° 225 de 27 de novembro de 1981, “pistas de táxi poderão ser utilizadas, eventualmente, para pousos e decolagens de aeronaves”.

A possibilidade atinge apenas sete aeroportos brasileiros, entre eles o de Campo Grande e permite pouso e decolagens apenas durante o dia. “A pista lateral daqui tem as mesmas condições da principal, então, a reforma poderia ser feita de dia, enquanto a pista lateral seria ocupada. Neste caso, não seria necessária a suspensão de voos noturnos”, comentou o piloto.

A Infraero contesta a informação e afirma que todas as decisões foram tomadas em conjunto com empresas e agências para assegurar a segurança dos passageiros.

Superintendente regional da Infraero, Luis Gustavo Schild afirmou que nem todas as aeronaves têm permissão para usar as pistas-de-taxi. “Os aviões A320, da TAM, e os 737-800, da Gol, não podem pousar e decolar nestas pistas”, citou. “Então, duas companhias determinaram a decisão de impedir o voo das demais”, ponderou o piloto.

Ele ainda frisou que as aeronaves são do mesmo porte das citadas na normativa de 1981, como as B.737. “Bastava uma simples atualização da regra, porque, naquela época, esses aviões não existiam”, explicou.

Schild, por sua vez, frisou também que não é permitido usar a pista paralela no período de obra da principal. “Pela proximidade”, justificou. O piloto rebateu e ressaltou que a pista-de-taxi existe justamente para ser usada neste tipo de situação, quando o principal está ocupada. “Então, para que existir a pista lateral?”, questionou.

Por fim, o superintendente da Infraero disse que a decisão de realizar a obra no período noturno ocorreu em comum acordo entre as companhias aéreas, Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo). “Nós primamos pela segurança dos passageiros”, destacou.

A obra de reforma do aeroporto custará R$ 12 milhões e deverá começar em setembro e durar 240 dias. A suspensão dos voos noturnos, afirmam agentes de viagem, encareceu o preço das passagens. Dizem que, somada a alta do dólar, o aumento atingiu o patamar de pelo menos 15%.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


Pode até suspender os vôos noturnos por precaução e segurança, o que não pode é permitir o aumento das passagens.
 
Mathias Hanns em 02/09/2013 16:28:45
Não interessa se pode ou não operar de noite, interessa que se liberar não vão reformar o aeroporto nunca, então deixa suspenso pro povo se coçar.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 02/09/2013 09:02:49
Amos minha cidade morena, mas infelizmente ainda essa terra È UMA ROÇA.
Estou vivendo a 8 anos em Vitoria - ES, aqui teve que fazer a mesma reforma com um agravo reformando também o patio de estacionamento das aeronaves. Não parou nenhum voo noturno. Os politico foram na ANAC e exigiram que nenhum voo parasse. Aqui tem duas grandes companhias Vale e Petrobras, o que temos em CG??? Nada....
 
ROBERTO RIVELINO em 02/09/2013 07:27:02
Segurança para Todos...A decisão e justa...Quem não esta contente viaja de ônibus,ou com meios próprios, não é obrigado viajar de avião....Alem dessa reforma ainda precisa verificar como vai ser feito o embarque e desembarque dos deficientes Físicos, não é justo que o funcionário leve a deficiente pela escada fazendo esforço, grave problema da Infraero que deve ser resolvido...
 
Vania Bampi em 02/09/2013 04:27:16
O USO DA TAXIWAY EM CAMPO GRANDE JÁ FOI RESLIZADO EM RECAPEAMENTOS DA PRINCIPAL NO PASSADO!
A DIFERENÇA NA DIMENSÃO DA TAXIWAY É QUE ELA É MAIS "ESTREITA" COM CERCA DE 25/28M FRENTE A PRINCIPAL QUE TEM 45M DE LARGURA.
A RESTRIÇÃO GERALMENTE É EM CASOS DE VENTOS LATERAIS FORTES E PELO BALIZAMENTO NOTURNO QUE É ESPECÍFICO DE TAXIWAY. A MESMA TAMBÉM NÃO POSSUI AUXÍLIOS VISUAIS DE APROXIMAÇÃO.
A FALTA DE VONTADE POLÍTICA ATRASA O AEROPORTO INTERNACIONAL DE CAMPO GRANDE.
 
Paulenir de Barros em 01/09/2013 19:57:19
a cidade ja ta uma paradeira, nos que trabalhamos fora principalmente quem vai ao Rio de Janeiro, é uma falta de respeito conosco, fazemos plano na nossa vida e temos que aguentar o sr Luiz Gustavo Schild que deve ser o nosso senhor Jesus cristo ou deus ou ele tem certeza que é pra parar os voos da cidade ....se tem a pista auxiliar libera logo e deixa a gente trabalhar...é muito fácil usar dessas prerrogativas que é o chefe disso daquilo e sem critério parando o aeroporto....quem entende disso é piloto e todos que conversei são a favor de usar a pista lateral, então porque parar os voos ...deve ter forcas estranhas envolvendo algo...é sempre assim agora temos que ir pra são paulo ou campinas ficar 4 hs esperando tudo por falta de boa vontade de quem dirigem estas autarquias....
 
Marcelo Fortes em 01/09/2013 17:17:05
"Os aviões A320, da TAM, e os 737-800, da Gol, não podem pousar e decolar nestas pistas de táxi"??? Será mesmo? Eu já viajei em avião que decolou na pista de táxi do Aeroporto de Campo Grande. Infelizmente, Campo Grande está se tornando cada vez mais uma cidade periférica, sem importância...
 
Paulo Amaral em 01/09/2013 15:54:33
CADE OS POLÍTICOS, ISTO É DE INTERESSE ECONÔMICO E SOCIAL DA CIDADE, CADE AONDE ESTÃO ESTAS PESSOAL QUE SÓ APARECE POR INTERESSE PRÓPRIO E NAS ELEIÇÕES.....
 
mario roberto em 01/09/2013 11:42:12
Me deixa entender!!!????
A Infraero em "conjunto" com as agências e empresas, decidiu por fechar a pista durante o período noturno. Fato este que encarecerá as passagens.
Então, as empresas, que em tese seriam as maiores beneficiárias tiveram voz na decisão..
E nós, passageiros é que pagamos o pato....
Ehhh Brasil
 
Nelson Junior em 01/09/2013 11:33:26
Sr Levi, o Sr naõ entendeu a ANAC e a INFRAERO estão a serviços das companhias aéreas. Porque o usuário tem que pagar?
 
Rogério C Martins em 01/09/2013 10:04:29
Será realmente um transtorno - e não só econômico - para os usuários. Seria interessante a infraero repensar essa decisão. A GOL e a TAM que se adeque, não nós.
 
Levi Monteiro em 01/09/2013 09:53:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions