A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/01/2014 08:41

Polícia conclui inquérito da fraude no vestibular sem apontar “mandantes”

Graziela Rezende

A Polícia Civil concluirá, em breve, o inquérito policial que investiga a fraude ocorrida durante o vestibular de Medicina da Anhanguera Uniderp. O grupo foi flagrado há cerca de dois meses, em Campo Grande. Segundo a delegada Ariene Murad, responsável pelas investigações, houve o pedido de um prazo maior para as averiguações, no entanto “os mandantes” ainda não foram identificados.

Neste caso, o que a delegada chama de “mandantes”, são as pessoas que ofereceram aos vestibulandos a possibilidade de receber o gabarito da prova por meio do ponto eletrônico. “Acreditamos que esta quadrilha seja de outro Estado, temos até o momento indícios e parte da identificação de alguns deles. O inquérito com os 22 indiciados será concluído, assim que retornar do MP, mas as investigações continuarão”, diz a delegada.

Flagrante – Na manhã do dia 10 de dezembro, um grupo foi detido suspeito de fraudar a prova. Eles possuem idade entre 18 e 27 anos, sendo que estavam com pontos eletrônicos, entre outros dispositivos escondidos pela roupa. Um adolescente de 17 anos também estava com o celular em mãos, mas foi liberado.

Em depoimento, os suspeitos informaram que pagaram pelos pontos eletrônicos valores entre R$ 1,8 mil e R$ 5 mil. Se aprovados, eles pagariam valores que chegam até a R$ 60 mil. A pena pode variar de um a quatro anos e multa.

Polícia pede mais prazo para identificar quadrilha que fraudou vestibular
Um mês após a prisão em flagrante de 22 pessoas envolvidas na fraude durante o vestibular de Medicina da Anhanguera/Uniderp, a Polícia Civil solicito...
Estudantes acionam polícia ao serem barrados em vestibular de Medicina
Quatro candidatos a uma das vagas no curso de Medicina da Universidade Anhanguera/Uniderp, em Campo Grande, procuraram a Polícia Civil na manhã de ho...


Bem rápida essa conclusão não? Mas também tem um problema nessa história; se começarem a mexer o doce pra valer vão acabar chegando em meia dúzia de doutores já formados, outra meia dúzia que ainda estão fazendo a faculdade e tal rsrsrsrrsrs. Complicado isso, afinal ninguém vai querer entregar um par de algemas ao invés de diploma. Lógico, a primeira opção seria a correta nesse caso, porém como diria vovó "água pequena não toca água grande".
 
Valter Castilho em 17/01/2014 11:37:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions