A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/08/2014 07:30

Policial que reagiu a assalto e atirou em ladrão diz que só pensava no filho

Aliny Mary Dias e Francisco Júnior
Policial mostra como imobilizou um dos bandidos (Foto: Francisco Júnior) Policial mostra como imobilizou um dos bandidos (Foto: Francisco Júnior)

“Eu tive que reagir porque se não a última lembrança do meu filho seria eu morto no chão”. Esse é o desabafo do policial militar Bruno Ubirajara Paiva Oliveira, 31 anos, que reagiu a um assalto na noite de ontem e acabou atirando contra um dos bandidos que tentavam roubar a revendedora de gás do irmão dele, situada no Jardim Monumento.

O policial que trabalha em Dourados, a 223 quilômetros da Capital, mas mora em Campo Grande estava há dois meses vivendo em um cômodo localizado no mesmo terreno da revendedora de gás do irmão. O lar provisório é por conta da reforma da casa da família, no bairro Paulo Coelho Machado.

Sobre os minutos de terror da noite passada, Bruno lembra cada detalhe, mas é enfático ao dizer que durante toda a luta com os bandidos, o único pensamento era a vida do filho de quatro anos que estava no escritório do comércio e viu tudo.

“Meu irmão saiu para entregar um gás e eu estava no cômodo com minha mulher e meu filho assistia desenho no computador do escritório”, relata o PM.

Bruno conta ainda que pela experiência como policial militar, a arma é sua companheira. Quando um dos assaltantes entrou no estabelecimento e anunciou o assalto, na mesma hora o policial sacou a arma e apontou para o assaltante.

“Ele travou minha mão e na mesma hora o outro entrou também armado. Eu dei um chute na mão dele e a arma foi parar embaixo da cadeira. Enquanto eles me davam chutes e socos, eu atirei contra um deles e os dois fugiram”.

Apesar da cena parecer aquelas de filmes de ação, Bruno ressalta que toda a ação durou alguns segundos e que logo após a fuga da dupla, a maior preocupação era o filho. “O tempo inteiro eu pensava nele e meu filho foi muito corajoso, ele viu tudo e depois perguntou 'Papai, você matou o bandido?'”, conta o policial.

Apesar de não ser a ação recomendada pela maioria das autoridades de segurança, a reação, conta Bruno, só aconteceu porque a preparação da academia da PM lhe deu condições para isso. Além dos treinamentos, o policial tem experiência com lutas como o kickboxing e a capoeira.

Um dos bandidos ferido deixou rastro de sangue durante a fuga (Foto: Francisco Júnior)Um dos bandidos ferido deixou rastro de sangue durante a fuga (Foto: Francisco Júnior)

O assalto - Logo após ser rendido pelo assaltante Diego Augusto da Silva, 22 anos, o policial militar Bruno sacou a arma, mas o ladrão conseguiu retirar o revólver das mãos do PM. Logo depois, o segundo assaltante Luiz Felipe Gomes dos Santos, 26 anos, entrou no local, também armado, mas acabou sendo imobilizado pelo PM.

Bruno conseguiu desarmar o ladrão e atirou contra um deles. Ferido na região do pescoço e das nádegas, Luiz Felipe fugiu do estabelecimento na companhia de Diego em direção a um carro que dava cobertura para a dupla. No veículo estava Douglas Borges Cardoso, de 28 anos.

Logo depois, os três foram em busca de socorro no posto de saúde do bairro Aero Rancho, dois deles deixaram Luiz no local e fugiram. Equipes da Tropa de Choque e da Polícia Militar fizeram buscas pelo Vectra usado pelo trio e encontraram o carro na Vila Nhá-Nhá. Os dois foram presos em flagrante no local e uma moto, que estava na casa, também foi apreendida.

Depois de passar por atendimento médico, Luiz também foi preso em flagrante. Os três irão responder pelo roubo e pela tentativa de homicídio contra o policial militar

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions