A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/08/2014 11:45

Prefeito da Capital diz que Bíblia não considera umbanda religião cristã

Ludyney Moura e Michel Faustino
Olarte afirma que não há conflito de religiões na Capital (Foto: Marcos Ermínio)Olarte afirma que não há conflito de religiões na Capital (Foto: Marcos Ermínio)
Juliana Zorzo afirma que Fundac vai apoiar projetos de outras religiões (Foto: Arquivo CGNews)Juliana Zorzo afirma que Fundac vai apoiar projetos de outras religiões (Foto: Arquivo CGNews)

A polêmica em torno da proposta de inserir na programação da Quinta Gospel uma cantora espírita, que se apresenta com o show intitulado de Tecnomacumba, ainda deve permanecer, uma vez que tanto Prefeitura quanto Fundac (Fundação Municipal de Cultura) mantém o entendimento de não acatar recomendação do MPE (Ministério Público Estadual) de incluir em sua programação todas as religiões. Ele recorreu à Bíblia para adotar esta postura. 

“Não existe conflito. Estão querendo construir uma guerra, procurando pelo em ovo. É livre a manifestação cultural de qualquer religião, mas a Quinta Gospel é destinada às religiões cristãs, católicos e evangélicos”, disse o prefeito Gilmar Olarte (PP), que lembrou que o evento foi criado por uma lei de autoria da vereadora Rose Modesto, e sancionada em 2012 pelo ex-prefeito Nelsinho Trad.

Paga com dinheiro público, a Quinta Gospel é realizada uma vez por mês sempre na mesma semana da chamada Noite da Seresta. Olarte aproveitou para dizer que se o MPE analisar a lei de criação do evento, terá conhecimento de que o evento é exclusivo das religiões cristãs, o que, segundo o prefeito, “biblicamente” não inclui a Umbanda e o Espiritismo.

A diretora-presidente da Fundac, Juliana Zorzo, revelou que esta a cargo da PGM (Procuradoria Geral do Município) a resposta para o Ministério Público. “Não há preconceito de forma alguma. A fundação vai apoiar qualquer manifestação cultural e religiosa que tiver respaldo na lei”, disse.

A polêmica teve início depois que o vereador Eduardo Romero (PTdoB) apresentou, na Câmara Municipal, um ofício encaminhado ao presidente da Tenda de Umbanda Pai Joaquim de Angola, Elson Borges dos Santos, que queria apresentação da cantora Rita Ribeiro, artista espírita e que apresenta o projeto “Tecnomacumba”.

“Como a religião é uma dimensão da cultura de um povo, o Estado laico ao patrocinar um evento cultural não pode discriminar uma religião”, pontua o teólogo e filósofo Wilian Martinhão. Para ele, a Bíblia, livro sagrado dos cristãos, não tem a intenção de sistematizar nenhuma religião, nem mesmo o catolicismo ou o protestantismo.

“Ela (a bíblia) é o produto de uma religião já constituída pelo Estado Romano, e sua interpretação por vezes foge da mensagem central de seu principal personagem, Jesus Cristo”, finaliza.



Senhor prefeito, o senhor NÃO ME REPRESENTA! Respeite todas as religiões e não apenas a sua! Prefiro que CANCELEM ESSE CIRCO ou abram o espaço para todos pois o meu dinheiro não deve ser gasto apenas com um GRUPINHO que se acha melhor que os outros.
Palhaçada e falta de respeito, espero que entrem com uma representação obrigando a devolver esse dinheiro mal gasto e quase roubado!
 
Daniel Simoes Maciel em 18/08/2014 08:54:44
É impressionante como tentam impor algo sobre que levou tanto tempo ha conquistado!
Concordo que o prefeito tem que se preocupar com todos, (independente do credo religioso), no entanto se o evento é quinta gospel seria necessário um minimo de bom senso, ou então já que é assim façam a tecnomacumba na noite da seresta que também é realizada com dinheiro publico.
Um abraço a todos os leitores !
 
Helton da Silva Areco em 17/08/2014 10:31:07
Muito desapontador esta atitude, todos que creem em Deus e em Jesus Cristo como seu único filho e um ser crente, e as religiões Umbanda e outras creem nisto. E sim um tipo de pre conceito. Decepcionada com esta atitude. Sou Umbandista e todos os meus irmãos não julgamos outras religiões por respeitarem suas doutrinas. Falta de respeito Sr. Prefeito.
 
Marcia Aparecida Pinto de Lima em 17/08/2014 09:47:42
Muito triste sr. prefeito se apoiar em um livro que foi escrito por homens para defender seus argumentos em nome de DEUS.
Vergonha de ser representado por uma pessoa completamente inculta.
Mais uma prova que nossos governantes fazem parte de uma cultura ruralista oligárquica semi analfabeta e que infelizmente detêm o controle de tudo.
 
Ivonir Vieira dos Santos Junior em 17/08/2014 05:08:16
Francamente cada dia que passa a indignação aumenta em ver tanta besteira...e ver ainda que esse tipo de gente está ocupando cargos na administração pública....esse prefeito deveria pensar mais na população e vivemos num ESTADO laico ( com certeza alguma pessoa terá de explicar o que é estado laico) e os espiritas,umbandistas, candomblés, crentes católicos, VOTAM...e francamente a religião é também manifestação de cultura isso é discriminação.
E sábio é aquele que se não vai ajudar não atrapalha!!!!
 
sandra regina lima fernandes em 17/08/2014 02:01:13
(o evento é exclusivo das religiões cristãs, o que, segundo o prefeito, “biblicamente” não inclui a Umbanda e o Espiritismo.) O interessante Sr prefeito é que nem os evangélicos estão incluídos na bíblia, já que esta religião surgiu na idade média como 'protestantismo' de Lutéro que era católico e outros, mas se o dinheiro que paga o evento é publico, então não há que se excluir nada que represente o publico.
 
Antonio Mazeica em 16/08/2014 17:02:47
Então senhor exerça a função para a qual o senhor foi eleito para ser o PREFEITO do povo campograndense!!
 
Elson Borges em 16/08/2014 14:09:07
Senhor Prefeito, ou melhor que está prefeito, o senhor foi eleito para representar o eleitor campograndenses e não para ser o pastor dos campograndenses. Então o seu cargo politico é para governar Campo Grande com todas a diferenças que nela se encontram. Faça jus ao seu papel de pastor, o quel eu respeito muito, dentro de sua igreja com os seus fieis. Quanto dizer que não somos Cristãos: A Umbanda é uma religião genuinamente brasileira, fundada em 15 de novembro de 1908 no municipio de Niteroi. E sua doutrina é baseado nos ensinamentos de Jesus (Oxala, Jeova....). Se acreditamos e pregamos os ensinamentos de Jesus, portanto somos cristãos. Como disse Mateus 18:20 “Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou no meio deles”. E logo 1 Coríntios 13 fala do amor!
 
Elson Borges em 16/08/2014 14:08:09
tanta coisa pra se preocupar, prefeito vai se encomodar , com religiao, nao sou evangelico mas aprovo sim , esse tipo evento , olha pra nossa cidade ,use pelo menos um dia nosso coletivo pra ver o que esta valtando, va se consultar em um posto saude.com isso que vcs tem que se preocupar , nao com (......)..!
 
edilson lemos guttierres em 16/08/2014 13:30:37
Paz do Senhor a todos!!! Realmente não é fácil ser crente, crer em um Deus Todo Poderoso, Criador dos céus e da terra. Vamos todos irmãos orar em favor dos políticos que trabalham em nosso favor, orar pelo prefeito que busca trabalhar conforme a Bíblia; a palavra de Deus; o tem orientado. Mas sr. prefeito, o senhor bem sabe que sem luta não há vitória, e que com Jesus a nossa frente somos mais que vencedores!!! Siga em frente, pois o senhor não está desamparado.
 
emerson silva em 16/08/2014 12:16:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions