ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Prefeitura cancela exigência de curso para motoristas de aplicativo

Cobrança estava em lei que regulamentou em serviço, sancionada em 2021

Adriel Mattos | 18/03/2022 09:43
Prefeito justificou que motoristas têm dificuldades para encontrar curso. (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Prefeito justificou que motoristas têm dificuldades para encontrar curso. (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

O prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), sancionou lei que desobriga motoristas de transporte individual de passageiros por aplicativo a participar de curso de condução segura de veículos. O texto está na edição desta sexta-feira (18) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

A publicação revoga trecho da Lei 6747/2021, que regulamenta o transporte individual de passageiros, para cancelar a exigência. O projeto chegou à Câmara Municipal na quarta-feira (16) e foi aprovado em regime de urgência na sessão de quinta (17).

Na mensagem enviada à Casa de Leis, o prefeito destacou que os trabalhadores têm dificuldades para ingressar em curso. “Sendo assim, conclui-se que a permanência da exigibilidade do curso, implica em ônus impeditivo ao cadastramento dos motoristas, os conduzindo a permanência em situação de clandestinidade”, pontuou.

Lei – Antes da normativa, alguns aplicativos obrigavam os motoristas a prestarem o serviço com veículos de no máximo 8 anos de fabricação. Com a nova determinação, os profissionais poderão utilizar carros que tenham no máximo 10 anos de utilização.

Além de regulamentar os motoristas, a lei também prevê obrigações também para as empresas prestadoras do serviço. Ambos têm que se cadastrar na Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Nos siga no Google Notícias