A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

01/06/2018 18:57

Prefeitura espera R$ 6 milhões para iniciar concessão do Belas Artes

Assunto será tema de reunião com representantes da Caixa, em Brasília, na próxima terça-feira (5).

Gabriel Neris e Humberto Marques
Marquinhos Trad durante evento na CEF, na tarde desta sexta-feira (1º). Foto: Paulo Francis)Marquinhos Trad durante evento na CEF, na tarde desta sexta-feira (1º). Foto: Paulo Francis)

O ministro de Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun (MDB) deve se reunir com representantes da Caixa, em Brasília, na próxima terça-feira (5) para ajudar Campo Grande a obter investimentos para a conclusão de obras como o Centro de Belas Artes e a Praças da Juventude do Parque do Sol e do Jardim Noroeste. A informação é do prefeito Marquinhos Trad (PSD), que se reuniu com o representante do governo federal nesta tarde na Caixa.

Segundo Marquinhos, serão cerca de R$ 6 milhões para avançar nas obras do Centro de Belas Artes e R$ 2 milhões divididos para cada praça.

No caso do Belas Artes, a prefeitura necessita de R$ 6 milhões que ajudarão a completar os 10% de investimentos necessários por contrato para não ter que devolver o todo o dinheiro previsto no acordo para a obra, firmado junto ao Ministério do Turismo, de mais de R$ 20 milhões (corrigidos).

“Terminados estes 10% os outros 90% viram ouro”, disse o prefeito na saída da reunião. Ele disse que a prefeitura não terá como concluir 100% das obras.

A intenção é repassar o empreendimento à iniciativa privada, por meio de dispositivos como concessão ou mesmo uma PPP (Parceria Público-Privada), que poderia convertê-lo em um centro comercial, por exemplo –a terceira destinação dada para o prédio inacabado desde o início de sua construção ainda nos anos 1990.

A obra – A conversão do prédio que seria rodoviária para o Belas Artes foi orçada inicialmente em R$ 35 milhões. Do Ministério do Turismo, o prefeito da época, Nelson Trad Filho (PTB), conseguiu R$ 8,3 milhões – valor que foi repassado em duas parcelas, em 2008 e em 2010. Mas, a prefeitura estima que já foram gastos na obras cerca de R$ 10 milhões.

A obra tem cerca de R$ 8 milhões frutos de dois convênios federais, mas que busca mais recursos. Do dinheiro que já foi investido até agora, R$ 6 milhões são verbas federais e R$ 1,5 milhão do município. Dos 14 mil metros quadrados, somente 2 mil foram requalificados.

O projeto elaborado em 2007 e que começou a ser executado em 2008 para transformar a construção, iniciada 15 anos antes, que seria a rodoviária de Campo Grande, em um Centro de Belas Artes.

A obra foi abandonada há cinco anos. No final do ano passado, a prefeitura conseguiu aprovar na Câmara Municipal, uma lei que autorizava o empréstimo de R$ 11,5 milhões junto a Caixa Econômica Federal para a execução.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions