A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

13/09/2019 12:27

Preso por estuprar 2 meninas diz que entrou em casa porque portão estava aberto

Em depoimento informal, homem confessou ter estuprado meninas de 12 e 16 anos; delegada acredita que crime foi premeditado

Silvia Frias e Clayton Neves
Delegada Franciele Santana falou sobre o depoimento informal de José Maria (Foto/Divulgação)Delegada Franciele Santana falou sobre o depoimento informal de José Maria (Foto/Divulgação)

Em depoimento extraoficial à Polícia Civil, José Maria Rodrigues Pereira, 41 anos, confessou ter estuprado duas irmãs de 12 e 16 anos, em crime ocorrido no dia 5 deste mês, no Jardim Colorado. Ele negou que tivesse agredido o bebê de um ano.

José Maria foi preso na manhã de hoje, enquanto andava na Avenida Guaicurus, por volta das 6h. Segundo os guardas municipais, que fizeram o flagrante, ele estava saindo de posto de combustíveis e, aparentemente, pedia carona. 

Suspeito foi preso por guardas municipais esta manhã, na Avenida Guaicurus (Foto/Divulgação)Suspeito foi preso por guardas municipais esta manhã, na Avenida Guaicurus (Foto/Divulgação)

O depoimento formal será feito no período da tarde, mas, em rápida conversa, ele confessou os crimes, segundo a delegada Franciele Candotti Santana, adjunta da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

José Maria disse que estava usando cocaína no bairro Dom Antônio Barbosa e quando ia embora, passou em frente da casa no Jardim Colorado. “Ele disse que escolheu aleatoriamente, viu o portão aberto e resolveu entrar, que a ideia furtar a casa”.

Somente quando encontrou as meninas é que resolveu estuprá-las. “Acredito que o crime tenha sido premeditado”. Franciele disse que José Maria não demostra arrependimento dos crimes. Além disso, tem comportamento agressivo, resistindo à prisão e provocando os guardas municipais no flagrante.

A Polícia Civil já interrogou a mãe das vítimas, a mulher de José Maria e o patrão dele, já que ele era detento do regime semiaberto, custodiado no Centro Penal Agroindustrial da Gameleira e e deveria estar trabalhando no momento do crime.

A delegada disse que ele terá a prisão temporária revertida em preventiva. Além disso, voltará ao regime fechado, perdendo a progressão da pena de condenação por roubo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions