A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Julho de 2019

20/08/2017 08:57

Presos suspeitos de esquartejar jovem, filmar execução e ainda divulgar

Guilherme Henri
Homens e mulheres presos por participação na execução filmada. (Foto: Divulgação)Homens e mulheres presos por participação na execução filmada. (Foto: Divulgação)

A polícia prendeu os suspeitos de esquartejarem Fernando Nascimento dos Santos, 22 anos, em Campo Grande. A vítima foi encontrada na quarta-feira (16), no Los Angeles sem cabeça, pernas, com as mãos amarradas para tras e com o coração fora do corpo. O motivo do crime seria uma guerra de facções criminosas. 

As primeiras informações são de que ao menos seis pessoas têm envolvimento com o caso, quator homens e duas mulheres. Eles serão apresentados pela Polícia Civil, às 10h, deste domingo (20), na 5ª DP (Delegacia de Polícia).

Crueldade – A execução de Fernando foi filmada pelos suspeitos, que afirmam pertencer ao PCC (Primeiro Comando da Capital). O vídeo tem um minuto e 43 segundos. No início da filmagem, o jovem aparece sentado em uma cadeira. Aparentemente dopado, ele não esboça reação, enquanto um homem, com o rosto coberto por um capuz, se aproxima com uma faca nas mãos.

Ao fundo da gravação alguém diz: "Ao Primeiro Comando da Capital, esse recado aqui vai pra todos os lixo que se encontra aí no nosso Estado, aí aonde for aí, nóis vai mata tudo, entendeu? esse daqui vai um recado, entendeu? Nosso, o Primeiro Comando da Capital, família 1533, entendeu? P***" (sic). A sequência da filmagem traz a execução.

Desculpas - Em outro vídeo com pouco mais de 15 segundos, o mesmo jovem aparece sentado em uma cadeira, aparentemente dopado, e diz: "Peço desculpa a todo o Primeiro Comando da Capital, que eu conheci o verdadeiro crime agora, não igual aqueles lixo lá. Tamo junto, agora com o 1533" (sic).

Trabalho - Fernando era morador de Nova Alvorada do Sul e foi identificado pela família, depois que fotos do corpo esquartejado vazaram na internet.

Segundo informações apuradas pelo Campo Grande News, teria vindo à Campo Grande a procura de trabalho.

Veja abaixo vídeo dos suspeitos presos.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions