A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

25/10/2015 15:38

Professora trabalhou a violência contra a mulher durante meses com alunos

Priscilla Peres
Professora que durante todo o ano falou com os alunos sobre a violência contra a mulher. (Foto: Edilmar Galeano Marquês)Professora que durante todo o ano falou com os alunos sobre a violência contra a mulher. (Foto: Edilmar Galeano Marquês)

Pelo menos duas turmas da Escola Estadual Hércules Maymone têm tudo para se sair bem na redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Acontece que durante uma boa parte do ano a Violência contra a Mulher foi tema diário das aulas ministradas pela professora Maria de Lourdes Bodnar.

A professora de 63 anos conta que optou por trabalhar o tema em sala de aula não só por ser um forte candidato a cair no Enem, mas também pela conscientização dos alunos. Ela lembra que os debates incluíram ainda a lei do Feminicídio e a Maria da Penha, que estimulavam os alunos a dizer sobre o que pensam e contar relatos vividos por eles.

Questionada sobre como os alunos do 2° e 3° anos do Ensino Médio lidavam com o machismo, ela afirma que os adolescentes não encaram o tema da mesma forma como os adultos. “Era bem tranquilo, no jovem não há tanta essa violência percebida nos adultos. Os meninos encaram com uma realidade bem melhor e as meninas são muito abertas”, diz.

Mais que isso, a experiente professora é categórica em dizer que a educação é capaz de mudar as pessoas. “Eu fiquei preocupada como a forma que eles vão fazer a proposta de intervenção, acho que é interessante falar sobre educação. Que todos teriam de ser educados e respeitados, entrando um pouco na questão de Direitos Humanos”, conta a professora.

Em alta – O diretor da escola Edilmar Galeano Marquês ficou surpreso e feliz ao saber qual o tema da redação do Enem. “Nós tivemos durante o ano muitos alunos que procuraram a direção para relatar casos de violência e pediram para que o tema fosse abordado. Então é um assunto muito atual entre os jovens”.

A escola estadual atende cerca de 1.500 alunos e no dia a dia existe a preocupação em não só educar, mas chamar a atenção para temas importantes para a sociedade. “Em geral, os alunos de hoje não tem muita leitura, mas neste caso eles participaram de muitos debates, o que é importante por que cada um relata suas experiências”, ressalta a professora Maria de Lourdes ministra aulas na disciplina de Produções Interativas.

 

Violência contra a mulher é tema da redação do Enem 2015
O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”, conforme divulgad...
Professores dizem que Enem está mais conteudista
Eueliton Júnior é professor de cursinhos comunitários em São Paulo, voltados para alunos negros de baixa renda da rede pública. Ele prestou hoje o Ex...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions