A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

10/08/2017 13:59

Santa Casa paga salários e funcionários encerram paralisação

Profissionais da enfermagem mantiveram apenas 30% do efetivo se revezando nas escalas e outros setores também paralisaram parcialmente

Anahi Zurutuza e Richelieu de Carlo
Na tarde desta quarta-feira, funcionários ainda protestavam, de braços cruzados, em frente ao hospital (Foto: Marcos Ermínio)Na tarde desta quarta-feira, funcionários ainda protestavam, de braços cruzados, em frente ao hospital (Foto: Marcos Ermínio)

Os trabalhadores da enfermagem e de outros setores da Santa Casa de Campo Grande encerraram a greve no fim da manhã desta quinta-feira (10). A informação é da assessoria de imprensa do hospital, que garantiu que todos os funcionários receberam os salários hoje pela manhã.

A reportagem tentou confirmar a informação com o presidente do Siems (Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem), Lázaro Santana, mas até o fechamento da matéria ele não atendeu às ligações.

Em entrevista ao Campo Grande News no início da manhã, entretanto, o sindicalista disse que assim que os salários caíssem nas contas dos profissionais da enfermagem, a greve seria encerrada. “Repassou o recurso, caiu na conta do funcionário, acaba a greve”

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) recebeu uma comissão de trabalhadores no fim da manhã de ontem (9) e informou que o repasse mensal ao hospital seria feito ainda na quarta-feira.

Ainda segundo a assessoria de imprensa, no fim do expediente, a prefeitura depositou R$ 13 milhões ao hospital, que conseguiu ainda ontem dar a ordem do pagamento da folha ao banco.

Só a enfermagem tem 1,4 mil funcionários, mas com a greve, foi mantida escala com apenas 30% dos profissionais.

Além dos profissionais da enfermagem, trabalhadores de outros setores, como a equipe de limpeza e higienização, paralisaram parcialmente as atividades porque o início da manhã de hoje não haviam recebido os salários de julho. Médicos também ameaçavam greve.

A folha de pagamento da Santa Casa, segundo o presidente Esacheu Nascimento, custa em torno de R$ 14 milhões.

Recursos - O hospital recebe repasse mensal de R$ 20,2 milhões do município e, num novo contrato, solicitou reajuste para R$ 23 milhões.

Contudo, o poder público não aumentou o valor, sob compromisso de reduzir a demanda de atendimento em 30%.

Bloqueio - O MPT (Ministério Público do Trabalho) chegou a pedir na Justiça o bloqueio de verbas da Santa Casa para garantir o pagamento dos funcionários.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions