A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

09/06/2011 17:58

Suspeitos de roubar R$ 40 mil de empresa de ferro na Capital são de Dourados

Paula Maciulevicius

A linha de investigação aponta que quadrilha pode ter vindo de Dourados, após um roubo sem êxito

A Polícia já tem dois possíveis suspeitos do roubo à empresa de ferro, ocorrido na manhã de ontem, na Capital, em que uma quadrilha rendeu uma funcionária e o marido em casa, no momento em que se dirigia ao trabalho.

As investigação da Derf (Delegacia Especializada a Repressão de Roubos e Furtos), conduzidas pelo delegado Fábio Peró, indicam que a quadrilha seria de Dourados e que estariam em Campo Grande, depois de uma tentativa de roubo frustrada na cidade. Com dois possíveis suspeitos, duas equipes da Derf estão em Dourados realizando buscas.

A delegacia já ouviu três pessoas, o gerente, a funcionária do Recursos Humanos que foi feita refém ao sair de casa e uma outra, que estava na empresa. As imagens da câmera de segurança de um comércio próximo flagram a movimentação dos bandidos, no entanto não são suficientes para identificá-los porque eles aparecem encapuzados.

Durante depoimento as vítimas olharam fotos de autores de crimes no interior do Estado, para uma possível identificação, pelo porte físico da quadrilha.

O delegado Roberval Rodrigues apesar de não descartar a possibilidade de envolvimento de ex-funcionários, acredita que o crime tenha sido feito por pessoas de fora. “Se fosse ex-funcionário, não precisaria seguir a moça”, comenta. Ele ainda acrescenta que o ambiente foi observado antes da ação, o que indica a prática por uma quadrilha organizada. “Eles acompanharam a rotina por alguns dias, pelo menos, sabiam das funcionárias, do cofre e onde ficavam gravadas as imagens do circuito”.

Entre as possibilidades, o delegado descarta que o crime tenha relação com o dono da distribuidora.

Caso - A quadrilha que roubou mais de R$ 40 mil reais de uma empresa de ferro, agiu na manhã de ontem. Eles sequestraram um casal e roubaram o cofre da metalúrgica, na Avenida Coronel Antonino, por volta das 6 horas da manhã de ontem. A quadrilha também levou o processador de dados onde ficam armazenadas as imagens feitas pelas câmeras internas de segurança.

De acordo com registro policial, quando o casal seguia para o local de trabalho da mulher, um Citroen parou atrás e do carro saíram três homens encapuzados e com armas de fogo. Sob ameaças, obrigaram o casal a ir para o banco traseiro, do Corsa Classic, que dirigiam.

Ao chegarem em frente à metalúrgica o bandido do Citroen foi embora com o carro e a mulher foi obrigada a abrir a porta.

De lá os autores roubaram o cofre que mede 1,20m x 60cm com pouco mais de R$ 40 mil, um notebook e o processador de dados onde ficam armazenadas as imagens feitas pelas câmeras do circuito interno de segurança.

Segundo informações da funcionária à Polícia Civil, os assaltantes sabiam o nome dela, o endereço e tinham também diversas informações sobre a metalúrgica.

O Classic roubado no assalto foi encontrado no fim da tarde nas proximidades da Lagoa Rica, região rural que fica na saída para Três Lagoas. O veículo estava atolado em um banco de areia, dentro dele foi encontrada a bolsa da funcionária da empresa, que foi feita de refém.

Serão coletadas impressões digitais que ficaram no porta-malas, onde os autores esconderam o cofre com R$ 40 mil roubados.

A reportagem do Campo Grande News apurou que a empresa não tem o hábito de deixar grande quantia em dinheiro no cofre. O movimento do dia normalmente é depositado no fim do expediente bancário.

A terça-feira foi dia atípico de vendas - com grande volume - e por isso havia o montante no cofre. A funcionária que foi rendida trabalha no setor de recursos humanos há aproximadamente quatro meses.

Classic levado em assalto à empresa é encontrado perto da Lagoa Rica
Veículo estava atoladoO Classic roubado no assalto a uma distribuidora de metais, nesta quarta-feira, em Campo Grande, foi encontrado no fim da tard...
Quantia em cofre de empresa roubada não era rotina da distribuidora
Ação começou antes das 6h da manhã, quando funcionária do Recursos Humanos foi feita refém ao sair de casa A empresa de ferro roubada na manhã de ho...
Quadrilha sequestra casal e rouba cofre de empresa com mais de R$ 40 mil
Ação foi no início desta manhãUma quadrilha sequestrou um casal e roubou o cofre de uma metalúrgica com mais de R$ 40 mil por volta das 6 horas dest...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions