A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/01/2014 16:56

Tratador de cães afirma que matou ex-mulher porque a "amava demais"

Zana Zaidan e Aliny Mary Dias
Julio confessou ter matado a ex-mulher (Foto: Aliny Mary Dias)Julio confessou ter matado a ex-mulher (Foto: Aliny Mary Dias)

Acusado de matar a ex-mulher, o tratador de cães Júlio Cesar Martins Ferreira, 38 anos, justificou o crime “por amar demais”. Ele se apresentou na tarde de hoje (9) à Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), acompanhado do advogado, após confessar a autoria dos disparos que atingiram Dayane Silvestre Uliana, 26 anos. O homem já teve a prisão preventiva decretada e será encaminhado para o 4º DP.

Júlio Cesar também entregou um revólver calibre 38, com três munições intactas, usado para atirar contra Dayane. Segundo a delegada Rosely Molina, ele disse em depoimento ter comprado a arma para se defender, porque o pai da ex-mulher o teria ameaçado.

Ele alegou para a delegada que, no dia do crime seguia o carro de Dayane “só para conversar com ela”, mas na hora em que pararam no semáforo. “Ela fez um movimento brusco e falou que ia acabar com a minha vida”, relatou Júlio Cesar. “Matei porque amava ela demais. Mas se e eu pudesse trazer ela volta, traria”, acrescenta.

Rosely afirma que Júlio Cesar já apresentava histórico de violência doméstica. O casal viveu junto por dois anos, teve uma filha e estava separado há três meses.

O advogado de Júlio Cesar, Hildo Henrique Marinho, afirma que vai entrar com pedido de revogação da prisão. “Apesar de ser situação trágica, meu trabalho é defendê-lo”, limitou-se a dizer.

Caso - No dia 4 de janeiro, Dayane foi morta com três tiros no cruzamento da Avenida Manoel da Costa Lima, próximo à Escola Adair Oliveira, em Campo Grande. Julio estava de moto e parou ao lado do carro de Dayane e disparou três tiros

Em depoimento de quase 3 horas, homem confessa ter matado ex-mulher
Em depoimento que durou cerca de três horas, Júlio Cesar Martins Ferreira, 38 anos, confessou na manhã de hoje (9), na Deam (Delegacia Especializada ...
Polícia intima parentes de mulher assassinada no trânsito pelo ex-marido
Familiares e pessoas próximas a Dayane Silvestre Uliana, 26 anos, assassinada no último sábado (4) pelo ex-marido no cruzamento das avenidas Manoel d...
Motociclista para do lado de Corsa e dá três tiros na cabeça de mulher
Em um cruzamento na Avenida Manoel da Costa e Lima, próximo à Escola Adair de Oliveira, em Campo Grande, um motociclista parou do lado de um Corsa pr...


Que amava o quê. Agora o homicida vem dizer que o pai dela o ameaçou, diz que a vítima (que está morta e não pode se pronunciar) tbém o ameaçou.
Sempre tem uma mudança de comportamento. Aqui ele quer passar por um ameaçado coitado e cordeirinho que amava demais, como estratégia de defesa. Todo mundo tem direito a advogado. Porém alguns monstros e alguns crimes deveriam ter tratamento judicial sumário. Homicidio com motivo surreal, réu confesso, prisão, condenação e pronto. Tem que acabar essa ladainha de responder em liberdade em muitos casos, como nesse por exemplo, mas pra isso só mudando a lei.
 
Adriano Magalhães em 10/01/2014 09:48:05
O grande mestre do direito Roberto Lyra, dizia que gesto de amor é oferecer uma rosa, um presente, um convite para uma viagem ou para uma festa, mas golpes de faca, disparos de arma de fogo em direção a vítima só tem relação com o ódio, com a vingança, com o ciúme doentio. Alega que não podia viver sem ela, matou-a aí sim vai viver sem ela mesmo.Os filhos dos passionais também tem o futuro assassinado.É preciso que a sociedade determine o afastamento do convívio social de criminosos tais, em tempo suficiente para reeducá-los, somente libertando-os após o devido exame criminológico feito nos presidios.
 
ULISSES DUARTE em 10/01/2014 09:26:03
A VIOLÊNCIA É COMO O CÂNCER, SÓ VAI CRESCER, E , CONTRA A MULHER, MACHÕES COMO ESSE AÍ, VÃO SURGIR CADA DIA MAIS.
MULHERES VIVER SÓ NÃO É TÃO RUIM, AO PRIMEIRO SINAL DE AGRESSIVIDADE CAIAM FORA... O HOMEM É UM PREDADOR NATURAL E A MULHER SUA PRESA..NUNCA ACREDITEM QUANDO DIZ QUE AMA VOCÊ, ISSO NÃO EXISTE, FAZ PARTE DA ESTRATÉGIA DO PREDADOR... EU SOU HOMEM, SEI DO QUE ESTOU FALANDO.
E OUTRA, DIZER QUE UM HOMEM COMO ESSE AÍ É UM COVARDE, NÃO ADIANTA NADA.
 
FRANCISCO EDUARDO DA SILVA em 10/01/2014 08:23:30
Como alguém que diz que ama e que foi conversar para reatar leva uma arma? Porque alguém que diz não conseguir viver sem a pessoa não se mata em vez de matar a mulher? São tantos questionamentos que .....
 
João Martins em 09/01/2014 21:37:33
Quem ama não mata !!! Quem gosta ( só de si mesmo ) mata e muito !!!
 
carlos alberto arruda de campos em 09/01/2014 20:41:40
puxa isso não e amor não camarada que ama não bate,não mata..isso e odio mesmo 30anos de prisão neste camarada,pois pode sair dela e querer amar outro mulher e mata-la tambem,pois ele ama muito...esse cara tem e que ficar preso..preso para ele não amar mais niguem...conta outro bandido
 
antonio avelino em 09/01/2014 20:13:50
lamentável quando a vida esta sendo banalizada, como alguem que ama muito mata outra?
só falta dizer agora que é doente psiquiatrico para justificar o crime...
que Deus cuida da alma desta moça!
 
marcel dos santos nobre em 09/01/2014 19:52:34
Ela morreu e este criminoso vai viver? Onde isso é justiça? Só pode ser no "brasil"! Mesmo se condenado a 30 anos de cadeia(o máximo na lei bandidoleira!), ele irá cumprir 1/6 da pena e saíra com 5 anos de cadeia(pode diminuir se trabalhar na cadeia e por bom comportamento!). Pergunto se isso é justo? Todo juiz e advogado vai dizer que é a lei, mas é justo? A vítima voltará a vida após os 5 anos de cadeia do criminoso? Tenho vergonha de ser brasileiro e digo isso a todos!
 
Alexandre de Souza em 09/01/2014 18:40:48
Se eu pudesse, eu traria ela de volta”,.... Senhores JUÍZES, ADVOGADOS, PROMOTORES e JURADOS , se ele estava seguindo a mulher e armado qual intensão desse marginal , esse cara é da pior especie PERPETUA NELE.....
 
Vanderley Souza em 09/01/2014 18:07:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions