A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019

18/08/2019 13:35

Trio que sequestrou família e matou fazendeiro é preso na fronteira

Brasileiro foi sequestrado com mulher, filho e funcionário e acabou morto com tiro no rosto

Clayton Neves
Enrique Galeano Barrios de 29 anos, Nelson David Fruits Ovelar, e Fábio Diosnel Frutos Ovelar. (Foto: ABC Color) Enrique Galeano Barrios de 29 anos, Nelson David Fruits Ovelar, e Fábio Diosnel Frutos Ovelar. (Foto: ABC Color)

Enrique Galeano Barrios de 29 anos, Nelson David Fruits Ovelar, e Fábio Diosnel Frutos Ovelar, conhecido como Largo, foram presos pela polícia paraguaia na manhã deste domingo (18) Capitán Bado, que faz fronteira com Coronel Sapucaia. Eles são apontados como integrantes de quadrilha suspeita de sequestrar e matar e o fazendeiro brasileiro Dilson Bello dos Santos e fazer a família da vítima refém no último dia 26.

De acordo com informações do site ABC Color, além das prisões, as armas utilizadas no crime foram apreendidas pelos agentes. A operação que terminou na prisão do trio foi organizada pelos departamentos anti-sequestro e antiterrorismo da polícia paraguaia.

No dia 26 de julho, Dilson, o filho dele, de 26 anos, a esposa, de 45, e um capataz da fazenda, de 18 anos, foram feitos reféns e levados da sede da propriedade, em Capitan Bado. O brasileiro teve pés e mãos amarrados com um pedaço de cinto de segurança e morreu depois de ser baleado com um tiro no rosto.

O filho do casal foi liberado em seguida com exigência de pagamento de resgate. Durante investigação do caso, policiais sobrevoaram a região do acampamento improvisado usado pelos criminosos, momento em que a mulher da vítima e o capataz conseguiram escapar e fugir.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions