A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

04/05/2019 10:20

Vacina contra a gripe atingiu só 35% do público-alvo em Campo Grande

O dado é considerado preocupante pelo poder público, que hoje faz Dia D da campanha na Praça Ary Coelho

Mayara Bueno e Fernanda Palheta
Fila formada na Praça Ary Coelho, na manhã deste sábado, para tomar vacina contra gripe. (Foto: Fernanda Palheta).Fila formada na Praça Ary Coelho, na manhã deste sábado, para tomar vacina contra gripe. (Foto: Fernanda Palheta).

Em 25 dias de campanha, apenas 35,94% do público-alvo da vacina contra gripe se vacinou, de acordo com boletim da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). O número significa 79,583 pessoas de um total 241 mil pessoas que deveriam se imunizar, de acordo com o estabelecimento de grupo de risco pelo Ministério da Saúde.

Segundo os secretários de Saúde de Mato Grosso do Sul e de Campo Grande, que neste sábado (dia 4) participaram do Dia D da campanha na Praça Ary Coelho, o dado preocupa. Ele afirma que o Brasil é o único país que oferece vacinas de graça para várias doenças e que é um retrocesso a redução da adesão à imunização. “MS está na rabeira do ranking de adesão de vacinação”.

Nandra faz questão de tomar vacina todo ano, desde que entrou para o público-alvo. (Foto: Fernanda Palheta).Nandra faz questão de tomar vacina todo ano, desde que entrou para o público-alvo. (Foto: Fernanda Palheta).

Sem detalhar os dados do Estado, Resende afirmou que apenas 27% do público se vacinou em 2019. Para o secretário de Saúde de Campo Grande, Mauro José Filho, a avaliação é de adesão baixa, mesmo com a vacina ofertada em 69 pontos da cidade.

Além dos postos de saúde, as pessoas podem procurar a imunização na Praça Ary Coelho, neste sábado, até 16h45.

“É para facilitar a acesso da população”, lembrou a superintendente de vigilância sanitária da Sesau, Veruska Lahdo. A expectativa é que entre 1,2 mil e 1,3 mil pessoas passem pela praça para se proteger do vírus.

Procura – A técnica de enfermagem Carla Ortiz, 32 anos, passava pela região central quando viu o estande da prefeitura e resolveu entrar na fila. No caso, a intenção é que a filha de 4 anos tome a dose.

Também público-alvo por ser da área da saúde, a profissional ainda não se vacinou, pois, há poucos dias, estava com gripe. O marido, também profissional da área, está imunizado.

Para Carla, a imunização é importante e evita casos da doença e seu agravamento. Nandra Aparecida Ferreira, farmacêutica aposentada de 63 anos, esperou o Dia D para evitar a ida a um posto de saúde e também confia na eficácia da vacina. Desde que começou a tomar, percebeu que não teve mais quadros de gripe, acrescenta.

No site http://www.campogrande.ms.gov.br/sesau/, a população pode conferir informações sobre a vacinação, além dos locais de imunização.

Dados de imunização, de acordo com o público-alvo. (Arte: Tiago Oliveira).Dados de imunização, de acordo com o público-alvo. (Arte: Tiago Oliveira).
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions