ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 33º

Capital

“Vi tudo em câmera lenta”, diz mãe de sobrevivente à queda de árvore em carro

Adolescente passou por cirurgia com previsão de alta nesta segunda-feira (18)

Por Mirian Machado | 17/10/2021 18:26
Amanda após cirurgia na Santa Casa de Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)
Amanda após cirurgia na Santa Casa de Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)

A adolescente, de 16 anos, Amanda Gonçalves Kolling Maciel, atingida por uma árvore, quando estava dentro do carro na Avenida Bandeirantes em Campo Grande, durante a tempestade na última sexta-feira (15), está viva "por um milagre", segundo relato da mãe, Fabiane Barreiro Gonçalves, de 44 anos. A imagem do veículo amassado "como latinha" impressiona e é prova de que a adolescente "nasceu de novo".

Emocionada, a mãe contou ao Campo Grande News, que ia para casa com a filha, mas antes, passou na Alvorada Materiais de Construção para comprar um chuveiro, momento em que a ventania começou e ela flagrou a queda da árvore.

“Ouvi barulho do vento e quando decidi buscar minha filha, vi a árvore caindo, em câmera lenta. Só Pedi a Deus que salvasse ela, porque eu já sabia que ia cair no meu carro”, contou.

Adolescente dentro de carro amassado por árvore aguardando socorro. (Foto: Direto das Ruas)
Adolescente dentro de carro amassado por árvore aguardando socorro. (Foto: Direto das Ruas)

A mãe, que trabalha como manicure a domicílio, correu para dentro da loja pedir socorro e um funcionário a ajudou. “A minha filha acenou com a lanterna do celular, ele disse: Ela está viva! E eu comecei a gritar o nome dela”, relembrou, dizendo ainda que a filha tentava quebrar o vidro do carro, sem sucesso.

Amanda, segundo a mãe, sobreviveu porque estava no banco do passageiro e se deitou para fechar o vidro do carro do motorista por conta da chuva. Foram segundos. Grande parte da árvore caiu sob o lado do passageiro. “Eu só queria que tirassem ela de lá. Ela conseguiu me ligar e me pedia pra ficar calma. Ela estava preocupada com meu carro. Porque uso ele para trabalhar, mas eu dizia: Eu só quero você aqui comigo”, disse.

Desesperada, a mãe pedia socorro para todos que passavam pelo local. O vidro foi quebrado para que ela pudesse respirar melhor, mas não conseguia sair, porque ficou com o pé preso até a chegada dos bombeiros.

Os militares do Corpo de Bombeiros tiveram de cortar a árvore e parte do carro para então retirar Amanda.

A adolescente foi encaminhada para Santa Casa. No sábado (16), passou por cirurgia na perna direita e colocou uma haste. Ela teve alguns arranhões e um corte no pé por causa dos cacos de vidro e segundo a mãe, se recupera bem, com previsão de alta nesta segunda-feira (18).

“Nunca mais na vida eu deixo ela no carro sozinha e que sirva de conselho”, concluiu.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário