A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

23/03/2018 12:40

Vizinhos de suspeito de morte relatam medo e outros ataques de pitbull

Após discussão, dono do Pitbull foi atrás de jovem com mais dois amigos, um deles armado

Bruna Kaspary
Discussão aconteceu na rua Dois de Outubro, no Jardim Seminário (Foto: Bruna Kaspary)Discussão aconteceu na rua Dois de Outubro, no Jardim Seminário (Foto: Bruna Kaspary)

Surpresos com o desfecho da discussão entre dois grupos de amigos no Jardim Seminário, os moradores da rua 2 de Outubro relatam que outros problemas similares já aconteceram com a cadela que atacou dois cachorros de pequeno porte na noite de ontem (22). A briga entre os dois proprietários dos animais resultou na morte de Luiz Henrique de Souza Barbarotti, de 21 anos.

De acordo com a dona de casa Susylene Caetano, de 26 anos, a cadela fica o tempo todo trancada dentro de um terreno naquela rua e costuma ser bastante agressiva. "Eles [os donos] diziam que ela era mansinha, mas só se for com eles", afirma.

Ela lembra que, há menos de dois anos, estava brincando com a filha na rua, quando a cadela fugiu. "Nós apostávamos corrida e ela passou na frente do portão, como meu cachorrinho passou atrás, a Pitbull estourou aquele portãozinho, que não era muito bem fechado, e foi em direção à minha filha, mas o cachorrinho estava no meio, então ela foi para cima dele".

"Eu e meu marido ficamos completamente sem reação, não sabíamos o que fazer, ela gritava de medo que a cadela matasse nosso cachorro", lembra a dona de casa. 

Os familiares da dona de casa moram todos na mesma rua, e, segundo ela, nenhum deles mais passam pela frente do terreno depois do incidente com a filha de Susylene. "A gente vê primeiro se o portão está fechado antes de sair de casa", explica.

A equipe do Campo Grande News tentou contato com os familiares do proprietário da cadela pitbull, que moram na frente do terreno onde o animal vive, segundo vizinhos, mas não foi atendida ao bater no portão da residência.

O crime - Luiz Henrique de Souza Barbarotti foi morto com um tiro nas costas depois que ele e mais três amigos se desentenderam com o proprietário da cadela. Ela fugiu quando o portão foi aberto para que o dono entrasse no terreno e atacou os cachorros do jovem.

Após a briga, os rapazes foram embora em direção à avenida Tamandaré, mas acabaram interceptados pelo dono do pitbull que estava com mais dois homens, um deles armado, em um veículo prata. Os amigos ainda tentaram fugir correndo, mas foram perseguidos e Luiz acabou atingido nas costas. O colega dele foi ferido a coronhadas, mas conseguiu escapar.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions