A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

11/01/2018 09:51

Casos de dengue registram queda de 89% em Mato Grosso do Sul

Foram 6.319 notificações da doença no Estado: menor estatística dos últimos oito anos

Aline dos Santos
Mosquito transmite dengue, zika e chikungunya. (Foto: Genilton Vieira/Fiocruz Imagens)Mosquito transmite dengue, zika e chikungunya. (Foto: Genilton Vieira/Fiocruz Imagens)

O ano de 2017 terminou com queda de 89% nas notificações de casos de dengue em Mato Grosso do Sul. Em 2016, foram 59.874, enquanto que no ano passado, de janeiro a 30 de dezembro, a SES (Secretaria Estadual de Saúde) registrou 6.319 notificações. A estatística é a menor dos últimos oito anos.

Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a doença matou três pessoas no ano passado. Os óbitos foram registrados em Aquidauana, Camapuã e Cassilândia. Em 2016, a dengue matou 19 pessoas.

Campo Grande fechou 2017 com o maior número de casos notificados: 2.490. Não houve registro de óbitos por dengue na Capital. Os dados são do boletim epidemiológico divulgado nesta semana pela Secretaria Estadual de Saúde.

As medidas de prevenções contra o mosquito são: descartar objetos não utilizados que estiverem expostos às chuvas e podem acumular (água, pneus, latas, garrafas, baldes); tampar os tonéis e depósitos de água; colocar terra/areia nos vasinhos de plantas ou lugares que acumulem água; e colocar o lixo em sacos plástico.

Casos de dengue registram queda de 89% em Mato Grosso do Sul


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions