A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Abril de 2018

29/09/2017 12:35

Controladora da Águas é escolhida para parceria com a Sanesul

"O que buscamos é PPP para que uma empresa possa trazer capital privado", diz Azambuja

Aline dos Santos e Leonardo Rocha
Pacote de obras da Sanesul foi lançado nesta sexta-feira. (Foto: Leonardo Rocha)Pacote de obras da Sanesul foi lançado nesta sexta-feira. (Foto: Leonardo Rocha)
Azambuja (à frente) explica que Sanesul não será privatizada. (Foto: Leonardo Rocha)Azambuja (à frente) explica que Sanesul não será privatizada. (Foto: Leonardo Rocha)

A PPP (Parceria Público-Privada) que vai aportar recursos na Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul) será com a Aegea Saneamento e Participações, controladora de 99,9% da empresa Águas Guariroba, responsável por serviços de água e esgoto em Campo Grande.

“Já foi escolhida a empresa Aegea Saneamento e agora só falta definir qual o prazo, o volume de investimento e o percentual de remuneração dos investidores. Estamos tratando desse assunto”, afirma o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

De acordo com ele, ainda não há valores. O governador afirma que a empresa não será privatizada. “Não vamos privatizar a Sanesul, é uma inverdade. O que buscamos é PPP para que uma empresa possa trazer capital privado, gerar investimento para que possamos chegar a quase 100% no tratamento e atendimento de saneamento básico. Essa empresa, durante 25 anos, vai receber remuneração por esse aporte financeiro. Não se trata de privatização”, diz Azambuja.

Nesta sexta-feira (dia 29), foi lançado pacote de R$ 67,8 milhões em obras e equipamentos, com meta de dobrar a rede de esgoto. A Sanesul atua em 68 dos 79 municípios do Estado. Conforme o governador, foi solicitado na última quarta-feira (dia 27) empréstimo de R$ 276 milhões ao Ministério das Cidades para ampliar a coleta e tratamento de esgoto em 30 cidades. Desta forma, a cobertura do serviço passaria de 45% para 70% em Mato Grosso do Sul.

Segundo o governo, o investimento em saneamento básico chega a R$ 800 milhões desde 2015. “Hoje, a Sanesul está dentro da Seinfra, podem trabalhar juntas. É a gestão que mais investiu em saneamento na história do Estado”, afirma o titular da Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura), Ednei Marcelo Miglioli. A pasta investiu R$ 458 milhões em saneamento.

Diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha afirma que mesmo em tempo de crise a empresa está entre as mil maiores do Brasil e realiza investimentos com recursos próprios. Do total de R$ 67 milhões, 90% é da Sanesul.

Pacote – O governador assinou ordens de serviços e autorizou abertura de licitação para obras de ampliação do sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário em 23 cidades: Aquidauana, Bonito, Camapuã, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Dourados, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Ivinhema, Jardim, Laguna Carapã, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Porto Murtinho, Rio Brilhante, Santa Rita do Pardo, Sidrolândia e Três Lagoas.

Nesta sexta-feira, governador e a direção da Sanesul também entregaram seis caminhões e uma van, adquiridos por R$ 3,7 milhões. Ainda foi autorizado o início das obras de pavimentação de 3 mil m² (metros quadrados) do pátio do complexo operacional da empresa na Capital, cujo valor é de R$ 180 mil e compra de 15 caminhões basculantes com carrocerias, por R$ 2,3 milhões.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions