A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/03/2016 16:13

Eleição de Ricardo Ayache para segundo mandato na Cassems já teve 8 mil votos

Fernanda Yafusso
Ricardo Ayache, atual presidente da Cassems,  cumprimenta eleitores durante as votações na capital (Foto: Divulgação / Cassems)Ricardo Ayache, atual presidente da Cassems, cumprimenta eleitores durante as votações na capital (Foto: Divulgação / Cassems)

A eleição da nova administração da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul) que acontece ao longo desta sexta-feira (4), em todas as unidades espalhadas pelo Estado, contabilizou até o momento 8 mil votos. O pleito garante a manutenção do médico Ricardo Ayache na presidência da instituição.

São 50 mil associados titulares que estão aptos para votar – de forma direta –, até às 18 horas, para eleger a diretoria que atuará no próximo triênio (2016-2019).

Dentre as propostas apresentadas por Ricardo Ayache, atual presidente que encabeça chapa única, para a nova gestão estão a ampliação do atendimento no interior do Estado, a construção do hospital em Corumbá e finalização da unidade em Campo Grande, e a criação da Universidade Corporativa Cassems.

Na lista de proposta existe ainda a implantação do novo sistema de Gestão em Saúde, possibilitando integração de sistemas com o intuito de agilizar os processos operacionais. E agendamento eletrônico para consultas nos Centros Médicos e Odontológicos da Cassems.

Quem pode votar - Os associados efetivos do Estado e aposentados, que estejam com obrigações financeiras e cadastral em dia. É necessário ir até uma unidade da Cassems com a carteirinha e um documento com foto.

Os usuários participantes – pensionistas, comissionados, convocados, dependentes, conveniados municipais – não podem votar. A Caixa atende aproximadamente 200 mil pessoas no Estado.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions