ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 11º

Empregos

Concurso da Guarda Civil com 128 aprovados na fila será prorrogado

Prefeita Adriane Lopes (PP) também deu promoção a 960 servidores da segurança após reivindicações

Por Caroline Maldonado e Geniffer Valeriano | 21/06/2024 10:07
Prefeita Adriane Lopes (PP) fala durante lançamento da estadia da base móvel da GCM (Guarda Civil Municipal) em frente ao prédio conhecido como "Carandiru", no Bairro Mata do Jacinto. (Foto: Marcos Maluf)
Prefeita Adriane Lopes (PP) fala durante lançamento da estadia da base móvel da GCM (Guarda Civil Municipal) em frente ao prédio conhecido como "Carandiru", no Bairro Mata do Jacinto. (Foto: Marcos Maluf)

A prefeita Adriane Lopes (PP) vai prorrogar o edital do concurso da GCM (Guarda Civil Municipal) aberto em 2022 por mais dois anos. A notícia dá esperança a 128 pessoas que esperam ser chamadas para fazer curso de formação. Reivindicando a prorrogação, promoções e pagamento de adicionais, guardas fizeram protestos, incluindo acampamento em frente à Prefeitura de Campo Grande que terminou do dia 22 de maio depois de plantão por 75 dias.

Apesar de anunciar a prorrogação, a prefeita disse que não há uma previsão de quando haverá próxima convocação. O concurso passará a valer até 2026. Adriane falou sobre o assunto durante o lançamento da estadia da base móvel da GCM (Guarda Civil Municipal) em frente ao prédio conhecido como "Carandiru", no Bairro Mata do Jacinto.

“Nós pedimos a prorrogação legal, porque o concurso pode ser prorrogado por mais dois anos e nós solicitamos a prorrogação porque ficaram 128 remanescentes do concurso que não fizeram curso de formação e aí, para o futuro, para que eles também tenham essa chance de fazer curso de formação e talvez serem chamados também”, disse Adriane.

Os aprovados acreditam que todos serão chamados porque há decisão judicial para que a Prefeitura de Campo Grande não contrate mais agentes patrimoniais para vigiar os prédios públicos, porque a atribuição é dos guardas. A prefeita tem que encerrar os contratos e gradativamente colocar agentes da GCM para atuar nos locais.

Promoções - Na terça-feira (18), a prefeita assinou uma promoções previstas no Planos de Cargos e Carreiras dos guardas. Ao todo, 960 servidores foram reenquadrados  da primeira para classe especial e da segunda à primeira classe.

As promoções também vieram depois de muita reivindicação do SindGM-CG (Sindicato dos Guardas Municipais de Campo Grande). Nesta manhã, o presidente da entidade disse que vê “com bons olhos” o anúncio da prefeita sobre prorrogação do concurso.

Segundo o secretário de Segurança e Defesa Social, Anderson Gonzaga, por Lei apenas 30% do efetivo seria enquadrado porque poderia ter sido cumprido o mínimo de 10%, mas a prefeitura contemplou 960 servidores. “Em janeiro teremos mais 960 vagas para enquadramento daqueles que cumprirem os requisitos como ensino superior e especialização”, adiantou Gonzaga, durante a assinatura das promoções.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias