ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEXTA  21    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Prefeitura terá que dispensar vigilantes e chamar guardas para cuidar de prédios

Contratos temporários com agentes patrimoniais serão considerados nulos

Por Izabela Cavalcanti | 16/12/2023 14:57
Guardas civis parados em frente ao prédio da Prefeitura de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Guardas civis parados em frente ao prédio da Prefeitura de Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande não vai mais poder contratar agentes patrimoniais terceirizados para vigiar os prédios públicos. Agora, o serviço será atribuído aos servidores efetivos da Guarda Civil Metropolitana, onde houver necessidade.

A ação que a AGMCG/MS (Associação da Guarda Municipal de Campo Grande) ingressou na Justiça foi julgada em parte procedente. Na sexta-feira (15) foi publicada a sentença obrigando a prefeitura a não mais utilizar terceirizados na proteção de prédios públicos.

A decisão deverá ser cumprida no prazo máximo de 90 dias a contar do trânsito em julgado da sentença, ou seja, até março. Com isso, são considerados nulos os contratos temporários firmados com vigilantes.

A alegação da associação é de que a guarda é destinada à proteção de bens, serviços e instalações e à integridade física dos cidadãos. Além disso, defenderam também que é de competência deles vigiar e proteger o patrimônio público municipal.

Receba as principais manchetes no celular. Clique aqui e acesse o canal de notícias do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias