A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/12/2009 16:52

Garoto que matou mulher no trânsito tinha antecedentes

Redação

O adolescente de 17 anos que atropelou e matou Luzia Aparecida da Silva de 29 anos, 29 anos, na Rua Rangel Torres, Vila Mary, em Dourados, tinha três antecedentes criminais.

No sábado, ele conduzia o veículo Peugeot 206 com placa DWC-6189, de Presidente Prudente (SP), quando atingiu Luzia, que estava com a filha de 2 anos no colo.

Depois do acidente, o garoto foi ouvido e liberado da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), no 1º DP (Distrito Policial) de Dourados.

Segundo a Polícia, o adolescente tem antecedente por desacato e importunação ofensiva ao pudor, em abril de 2007, além de vias de fato e importunação em junho de 2007.

Já em novembro de 2009, a PM (Polícia Militar) foi acionada para controlar tumulto promovido pelo garoto, que estava com som em volume alto.

O delegado titular do 1º DP, Sandro Márcio Pereira, explica que só cabe apreensão em flagrante de adolescentes nos casos em que cometem crimes dolosos e, nesta situação, ele não teve a intenção.

Entretanto, os antecedentes acumulados pelo garoto podem ser considerados pelo juiz que for aplicar a medida socioeducativa ao menino, que responderá pelo homicídio culposo, aquele no qual não há intenção de matar.

Já o pai dele, será responsabilizado por ter dado a direção ao adolescente.

Luzia estava com a filha de apenas 2 anos de idade no colo quando caminhava pela rua. Elas foram atropeladas pelo carro e a menina nada sofreu porque a mãe conseguiu jogá-la na grama.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions