A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/04/2014 08:55

Greve completa uma semana com 15 mil operários parados na Capital

Aliny Mary Dias
Mesmo com greve anunciada por sindicato, Governo diz que obras do Aquário seguem normalmenteMesmo com greve anunciada por sindicato, Governo diz que obras do Aquário seguem normalmente

Os últimos sete dias foram de tensão em canteiros de obras e muita conversa por parte de sindicatos que representam os trabalhadores e os patrões. Nesta quarta-feira (30), funcionários de mais três obras e uma concreteira aderiram à paralisação.

Segundo o presidente do Sintracom (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário), José Abelha, o último levantamento aponta que 15 mil dos 30 mil operários que atuam em Campo Grande cruzaram os braços.

O número segue crescendo, conforme o sindicato, já que hoje três canteiros de obras da empresa Plaenge e a empresa Sermix, que trabalha com fornecimento de concreto, estão paralisados.

“Nós continuamos mobilizando os operários para que permaneçam no movimento e vamos continuar com as conversas com o sindicato patronal”, explica Abelha.

A pressa em colocar um ponto final na greve por meio das negociações com o Sinduscon (Sindicato Intermunicipal das Indústrias da Construção), afirma o sindicato dos operários, ocorre em razão de conflitos registrados nos canteiros de obras.

“A situação está saindo do controle porque funcionários estão nervosos, tem gente brigando porque alguns estão coagindo para outros trabalharem”, diz.

Ontem (29), o Sinduscon informou que 2 mil operários estão em greve na Capital e que os trabalhos não sofreram interferência da greve. Em razão dos dados divergentes, a reportagem tentou contato com o presidente do sindicato, Amarildo Miranda Melo, mas não obteve retorno.

Aquário – Nas obras do Aquário do Pantanal, na Avenida Afonso Pena, apesar de o sindicato dos operários também estimar adesão de 80% dos operários, o que se vê na manhã de hoje (29) são homens trabalhando.

Na obra, os responsáveis afirmaram não estarem autorizados para falar com a reportagem, no entanto, a assessoria do Governo do Estado confirma que as obras estão em ritmo normal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions