A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

23/08/2017 22:25

Antecipando cronograma, Fibria já opera nova fábrica em Três Lagoas

Nyelder Rodrigues

Foi iniciado na noite desta quarta-feira (23) em Três Lagoas - cidade localizada a 338 km de Campo Grande - as atividades da nova fábrica de celulose da Fibria em Mato Grosso do Sul. A operação começou com três semanas de antecedência do esperado inicialmente - até a metade de setembro.

Resultado de investimentos de R$ 7,5 bilhões, a segunda fábrica da Fibria em Três Lagoas terá capacidade de produção de 1,95 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano.

Somando a primeira unidade, já em funcionamento na cidade, a empresa passa a ter uma capacidade de produção de 3,25 milhões de toneladas de celulose por ano, o que faz da Fibria em Mato Grosso do Sul uma das maiores fábricas de celulose do mundo.

Ao longo de 27 meses de construção, foram gerados 40 mil empregos em toda a cadeia produtiva, do canteiro de obras da empresa até as operações dos cerca de 300 fornecedores diferentes do projeto.

"O início da operação da nossa segunda fábrica em Três Lagoas representa o começo de uma nova fase para a companhia, consolidando a sua liderança no mercado mundial", afirma o presidente da Fibria, Marcelo Castelli.

Um dos destaques da nova unidade é o viveiro automatizado de mudas de eucalipto – a maior inovação tecnológica na área florestal dos últimos tempos -, que apresenta novas tecnologias, como a irrigação automatizada, o que permite o controle detalhado do manejo e da nutrição das plantas.

Além disso, no local há uma estação meteorológica particular, que faz a abertura e o fechamento automático de tetos retráteis de acordo com o clima, aumentando a proteção das mudas na fase mais sensível. A estação também mede a intensidade de energia solar no viveiro, propiciando o melhor controle sobre a quantidade de água necessária às plantas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions