ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 20º

Interior

Colisão na 267 matou 9 comerciantes e 2 motoristas, só 4 identificados

Por Edivaldo Bitencourt e Zana Zaidan | 17/12/2013 15:29
Van e carreta ficaram totalmente destruídos após colisão trágica na BR-267 (Foto: Marcio Rogério/Nova News)
Van e carreta ficaram totalmente destruídos após colisão trágica na BR-267 (Foto: Marcio Rogério/Nova News)

A colisão da van, placas ETR-7057, de Três Lagoas, com uma carreta baú carregada com carne, causou a morte de 11 pessoas, sendo nove comerciantes e os dois motoristas. No entanto, devido aos corpos terem sido carbonizados, apenas quatro pessoas foram identificadas até o momento.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que 11 pessoas morreram na tragédia. Até o momento, só foram identificados o condutor da Van, Fabiano Bastos Malaquias, o caminhoneiro Miguel Benites Meirelles, 38 anos, e os empresários Adilson Rodrigues de Souza, 45, e Antônio Pereira Carneiro, de acordo com o site Perfil News.

Conforme o site, as demais vitimas só vão ser reconhecidas após exames de DNA. A van e carreta pegaram fogo após a colisão e ficaram totalmente destruídas.

Adilson Rodrigues morreu na colisão na madrugada de hoje (Foto: Perfil News)
Adilson Rodrigues morreu na colisão na madrugada de hoje (Foto: Perfil News)
Motorista da Van, que morreu na colisão, já foi identificado (Foto: Perfil News)
Motorista da Van, que morreu na colisão, já foi identificado (Foto: Perfil News)

Segundo o delegado Jeferson Rosa Dias, de Nova Andradina, os corpos serão liberados a partir da identificação.
Da tragédia, só houve dois sobreviventes, a mulher do motorista da carreta, identificada como Ilda Silva de Oliveira,38, e o sobrinho de 16 anos. Eles estão internados no hospital de Nova Andradina.

A colisão ocorreu por volta das 3h na BR-267, entre Nova Alvorada do Sul e Nova Andradina, na altura do quilômetro 148.

A Prefeitura de Três Lagoas forneceu ônibus para transportar os parentes das vítimas. Em entrevista ao site Perfil News, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luciano Dutra, informou que os ônibus levaram familiares e amigos até Nova Andradina.

O velório dos comerciantes, que voltavam das compras no Paraguai, será no Ginásio Municipal.

Nos siga no Google Notícias