A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Março de 2019

15/03/2019 14:22

Em plena luz do dia, pistoleiro persegue vítima, mas acaba morto a tiros

Alvo colhia mandiocas, quando atirador chegou; conforme a Polícia Civil, houve uma discussão, briga e, em seguida, os tiros

Danielle Valentim
Pistoleiro acabou morto pelo suposto alvo do atentado. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)Pistoleiro acabou morto pelo suposto alvo do atentado. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Um pistoleiro, identificado como Cláudio José Andrade dos Santos, foi morto, ironicamente, pela vítima que ele tentou matar na manhã desta sexta-feira (15). O crime aconteceu em um sítio de Japorã, a 487 km de Campo Grande.

Ao Campo Grande News, a delegada Allana Marielli Mazaro Zarelli confirmou que Claúdio tinha diversas passagens pela polícia, por tentativas de homicídio, mas descarta "acerto de contas". Nesta sexta, ele foi até o sítio onde o suposto alvo colhia mandioca, na companhia de outro funcionário.

"Apesar da vitima fatal ter ficha extensa na polícia, nós acreditamos que tenha sido um desentendimento. O suspeito chegou em uma motocicleta, desceu em direção a vítima e começaram uma discussão. Eles lutaram e, em seguida, começaram os tiros. Segundo testemunhas que estavam no local, a vítima que estava no sítio consegui tomar a arma do atirador e o atingido com três tiros na cabeça", disse.

Ainda segundo a delegada, o suposto alvo do crime, que terá o nome preservado, foi baleado com ao menos dois tiros, que atingiram costas e costela. O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil também foi ao local e localizou diversas cápsulas de calibre restrito.

“Levantamos várias cápsulas de calibre restrito no local e agora vamos apurar se houve o uso de mais armas. Na área do crime, só encontramos uma arma. Porém, dentro da casa da vítima localizamos outra arma de calibre 12 e munições. A terceira pessoa que estava no local já está na delegacia e agora será ouvida, para sabermos se agiu no crime ou se somente presenciou os fatos”, disse a delegada.

O homem que colhia mandioca foi socorrido a um hospital de Mundo Novo e passa bem. Segundo  Zarelli, ele será liberado ainda nesta sexta-feira e deve responder por homicídio. Além de equipes da Polícia Civil e Polícia Militar, a perícia também está no local.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions