A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

26/03/2017 16:18

Fazendeiro é autuado em R$ 71,5 mil por exploração ilegal de madeira

Richelieu de Carlo
Troncos de árvores foram cortados ilegalmente. (Foto: Divulgação/PMA)Troncos de árvores foram cortados ilegalmente. (Foto: Divulgação/PMA)

Fazendeiro de 51 anos foi multado em R$ 71,5 mil por exploração de madeira especialmente protegida por lei, em área de reserva legal. A multa foi aplicada por agentes da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bela Vista, município distante 322 km de Campo Grande.

A exploração ilegal ocorria em uma fazenda localizada na zona rural do município, na estrada das Caieiras, a 30 km da cidade, e foi descoberta durante fiscalização ambiental.

De acordo com a PMA, o proprietário rural derrubou diversas árvores da espécie aroeira, bem como de outras espécies como angico e ipê, sem autorização, e transformava a madeira em palanques, esticadores e estacas para cerca, que eram armazenados em vários pontos da fazenda.

Foram apreendidos 205 palanques, 43 esteios e 910 estacas aroeira, medindo 30m³, além de 78 lascas e duas toras de ipê e uma tora de angico. O infrator, residente em Bela Vista, foi autuado administrativamente e multado em R$ 71.500,00. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de um a dois anos de reclusão

Portaria do Ibama proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions