A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

25/04/2019 21:21

Homem é condenado a 17 anos por atirar em três mulheres e criança

Walter Vasconcelos Silva, de 32 anos, vai cumprir a pena na mesma penitenciária onde já estava detido, desde o crime, que ocorreu em setembro de 2017

Adriano Fernandes
À época do crime, acusado foi contido por moradores até a chegada da PM. (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)À época do crime, acusado foi contido por moradores até a chegada da PM. (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)

Quase dois anos depois de balear a ex-mulher e outras três pessoas - entre elas uma criança e uma gestante -, Walter Vasconcelos Silva, de 32 anos, foi condenado a 17 anos de prisão em júri realizado nesta quarta-feira (24) no Fórum de Rio Brilhante, cidade a 163 quilômetros de Campo Grande.

À época do crime, dia 10 de setembro de 2017, o acusado teria encontrado a ex-mulher com os dois filhos do casal e mais o atual namorado dela em uma pista de motocross, no distrito de Prudêncio Thomaz. No local, Walter teria empurrado a ex, dando início a uma briga que foi separada por pessoas que estavam no evento. Antes de deixar a competição ele ainda a ameaçou dizendo que daquele dia "ela não iria passar".

Por volta das 19h e em uma moto, armado com revolver calibre 38m o acusado foi até as proximidades do posto de combustíveis onde estava a vítima com o namorado e amigos, sacou a arma e passou a disparar, atingindo quatro pessoas. 

A sua ex-mulher foi ferida com um tiro no tórax e uma outra vítima que estava grávida de seis meses, também foi alvejada nas pernas. Uma outra testemunha acabou ferida com um tiro no pé direito e até uma criança de seis anos foi baleada de raspão na perna direita. Todos foram socorridos ao hospital de Rio Brilhante.

Ao tentar fugir do local, Walter foi contido por moradores que ainda o agrediram até a chegada da Polícia Militar. O revólver usado no crime foi apreendido com 4 munições disparadas e uma intacta. No bolso do acusado foram localizadas mais nove munições do mesmo calibre, conforme o site Rio Brilhante em Tempo Real.

Durante o júri desta semana o conselho de sentença aceitou todas as qualificadoras do crime e o condenou por três tentativas de homicídio qualificado, feminicídio na forma tentada, emprego de meio que resultou perigo comum e porte ilegal de arma de fogo. Ele vai cumprir a pena na Penitenciária de Rio Brilhante onde já estava preso, desde o crime.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions