A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019

16/04/2019 09:29

Homem não aceita fim de namoro, invade casa da ex e tortura vítima por 4 horas

Vítima foi agredida com socos, chutes, além de ter sido asfixiada com um travesseiro e arrastada no chão pelos cabelos

Kerolyn Araújo
Vítima ficou com hematomas pelo corpo todo. (Foto: Reprodução/JP News)Vítima ficou com hematomas pelo corpo todo. (Foto: Reprodução/JP News)

Uma jovem de 22 anos foi vítima de tortura durante quatro horas seguidas na madrugada do último sábado (13) em Paranaíba, cidade distante a 422 quilômetros de Campo Grande. O autor das agressões é o ex-namorado da vítima, que não aceitava o fim do relacionamento.

Conforme informações da delegada Eva Maira Cogo da Silva, da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), a vítima e o autor, de 28 anos, tiveram um relacionamento de 1 ano e meio, mas há uma semana estavam separados. Na madrugada do último sábado, ele ligou para a ex e foi até a sua casa.''Ela chegou a dizer que estava acompanhada só para ele não ir ao local, mas ele foi, viu que ela estava sozinha e entrou pulando o portão", explicou.

Demonstrando calma, o agressor disse para a vítima que estava tentando sair da casa, mas não estava conseguindo pular o portão para o lado de fora. ''Ela deu a chave para ele abrir o portão e sair, mas no molho também havia a que abria a porta da sala e ele entrou", contou a delegada.

Dentro da casa, o ex pegou o celular a vítima e viu mensagens que não gostou em redes sociais, iniciando uma sessão de tortura. Segundo a delegada, a vítima foi agredida com socos, chutes, além de ter sido arrastada no chão sendo puxada pelos cabelos e asfixiada com um travesseiro. O autor também tentou esfaqueá-la com uma faca de serra, mas nas duas tentativas a vítima conseguiu se proteger com as mãos e os braços.

As agressões duraram quatro horas e, durante esse tempo, o ex alternava entre momentos de arrependimento e ameaças de morte à vítima. ''Ele dizia que tinha começado, precisava terminar e que a culpa era dela. Ela tinha certeza que iria morrer''.

Depois das quatro horas de agressão, a vítima conseguiu convencer o ex a deixar o imóvel. ''Ela disse que não chamaria a polícia e que iria com ele para a casa dele, onde mora com a mãe. Eles foram para a residência e, no local, a vítima foi socorrida pela mãe do autor e levada para a Santa Casa", contou.

A vítima chegou ao hospital bastante ferida e foi internada. A Polícia Civil foi informada sobre o caso e o agressor preso pouco tempo depois. Ele passou por audiência de custódia ontem (15) e teve a prisão preventiva decretada.

Segundo a delegada, ele já tem passagem pela polícia por violência doméstica contra uma ex-namorada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions