A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

03/03/2016 16:39

Nível dos rios sobe e Defesa Civil reforça alerta na região Oeste

Mariana Rodrigues
Em janeiro, o nível do Rio Aquidauana havia subido e várias famílias ficaram desabrigadas. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)Em janeiro, o nível do Rio Aquidauana havia subido e várias famílias ficaram desabrigadas. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

As constantes chuvas que atingem diversas cidades de Mato Grosso do Sul, têm deixado a população e autoridades preocupadas. De acordo com a Defesa Civil, a região Oeste do Estado é a mais preocupante devido aos rios que estão acima do limite normal e tem deixado famílias desalojadas.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil em MS, Coronel Isaías Bitencourt, o Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul), emitiu alerta a respeito das cheias dos rios Aquidauana e Miranda.

Devido a cheia, só em Aquidauana, três famílias tiveram que ser retiradas de casa. "Esses rios já estão nos níveis críticos, inclusive famílias ribeirinhas em situação de risco já estão sendo retiradas de suas casas, e se continuar chovendo esse número pode aumentar". Bitencourt informou que Anastácio e Dois Irmãos do Buriti também estão sendo monitoradas devido as chuvas intensas.

Com relação as estradas, ele comenta que não há registros de estragos relacionados as chuvas mais recentes. "Os pontos mais críticos são os da Região Sul. Os municípios dessa região ainda estão bastante prejudicados, pois não estão tendo tempo de resolver os problemas antigos devido as chuvas".

Dados - Em dois dias foram registrados 28,8 milímetros de chuva em Aquidauana, segundo informações do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Já na região de Miranda, de ontem para hoje (3), foram registrados 12,2 mm de chuva.

Mário Raváglia, coordenador Defesa Civil Aquidauana informou que nesta tarde o Rio voltou a subir e já está em 8,10 metros. E três famílias precisaram sair de suas casas. O restante das famílias estão sendo monitoradas, caso volte a chover, já que faz sol no município nesta tarde.

Conforme dados divulgados pelo Cemtec ontem, nos dois primeiros dias do mês de março, choveu 5,4 milímetros em Aquidauana, sendo que o esperado para o período são 125mm. Caso continue chovendo a mesma quantidade nos próximos 28 dias, o acúmulo de chuva chegará a 151,2mm, ou seja, 20% a mais que o esperado.

O mesmo acontece em Miranda, lá foram registrados 12,2mm de chuva nos dias 1 e 2 deste mês. O normal para o período são 140,3mm, caso continue chovendo a mesma quantidade nos próximos 28 dias, o acúmulo será de 341,6mm, ou seja, um aumento de 143% para o mês.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions