A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019

17/10/2019 07:56

Penitenciária passa por pente-fino quatro dias após ameaça de rebelião

Homens da Tropa de Choque da PM e do DOF chegaram nesta manhã à Penitenciária Estadual de Dourados, a maior de MS

Helio de Freitas, de Dourados
Com cães farejadores, homens da Tropa de Choque da PM chegam ao presídio de Dourados (Foto: Adilson Domingos)Com cães farejadores, homens da Tropa de Choque da PM chegam ao presídio de Dourados (Foto: Adilson Domingos)

Homens da Tropa de Choque da Polícia Militar e do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) estão na Penitenciária Estadual de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. Com cães farejadores, os policiais chegaram ao local por volta de 7h para dar apoio a pente-fino feito pelos agentes penitenciários.

A revista ocorre quatro dias após ameaças de rebelião identificadas por policiais e agentes penitenciários. Fontes ouvidas pelo Campo Grande News confirmam que familiares dos próprios presos alertaram sobre o suposto plano de rebelião no sábado e domingo passados.

O objetivo dos líderes seria aproveitar a confusão para uma fuga em massa, segundo pessoas que trabalham na penitenciária, a maior de Mato Grosso do Sul, com pelo menos 2.500 internos.

No dia 26 de setembro, agentes penitenciários e policiais militares impediram fuga em massa na penitenciária. Nove presos ligados ao PCC (Primeiro Comando da Capital) aproveitaram que duas torres de vigilância externa estavam desativadas e pularam a muralha usando corda artesanal. Oito foram impedidos de sair, mas Ronivaldo Pires Ferreira, 37, conseguiu escapar.

Oito dias antes, Ondino Santos Macena Filho, 39, que trabalhava fora dos muros do presídio com outros dez internos aproveitou descuido da segurança e correu para o mato. Ele também não foi recapturado.

Veja abaixo o vídeo da chegada da Tropa de Choque ao presídio:

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions