A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

16/01/2019 14:34

Polícia identifica autores de assassinato de interno quase em frente de presídio

Rapaz morreu na noite de segunda-feira, mas corpo foi encontrado em tubulação de esgoto na tarde seguinte

Gabriel Neris e Helio de Freitas, de Dourados
Polícia identificou e prendeu suspeitos de assassinato de rapaz (Foto: Adilson Domingos)Polícia identificou e prendeu suspeitos de assassinato de rapaz (Foto: Adilson Domingos)

A Polícia Civil identificou os autores da execução de Jonathan Willian Ribeiro da Silva, de 28 anos, conhecido como “Preto”, assassinado na noite de segunda-feira (14) quase em frente à Penitenciária Estadual de Dourados, a 233 km de Campo Grande. O corpo do rapaz foi encontrado no início da tarde seguinte dentro de uma tubulação de esgoto.

Jhonatan foi espancado, teve pedras arremessadas contra a sua cabeça e o pescoço perfurado. Câmeras de segurança identificaram que o rapaz foi morto por colegas do semiaberto, por supostamente ser integrante de uma facção rival.

De acordo com as investigações, após retornar do trabalho em uma construção, os suspeitos convidaram o rapaz para tomar cerveja em um bar em frente ao semiaberto. O rosto da vítima foi desfigurado.

O SIG (Setor de Investigações Gerais) solicitou apoio para abordar o ônibus que levava detentos do semiaberto que estavam em trabalhos externos. Foram presos Aldo de Oliveira Lima, de 36 anos, Dhyeimisson Ribeiro Alves, de 22, Fabiano Nogueira Fernandes, de 27, Rodrigo de Souza Maciel, de 33, e Wellington Tavares da Silva, de 31. Fernando Benedito Monteiro, de 37 anos, foi preso na unidade prisional. Anderson Aquino Pereira foi preso transportando sete tabletes de maconha.

Na unidade policial, todos alegaram ter presenciado uma briga com Jhonatan, porém não teriam se recordado quem seria o autor. Mas, posteriormente, Fernando Benetido Monteiro assumiu ter sido o autor do homicídio.

As investigações apontaram que Aldo de Oliveira Lima, Dhyeimisson, Fabiano, Rodrigo, Wellington e Fernando também participaram como coautores da execução.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions