ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 31º

Interior

Prefeito diz que obra em avenida começa hoje, sem necessidade de interdição

Asfalto da Presidente Vargas, em Dourados, começou a desmoronar após chuva de 40 milímetros

Por Helio de Freitas, de Dourados | 17/09/2021 12:10
Alan Guedes (à esq.) e secretário de Obras no local onde erosão se aproxima de via. (Foto: Divulgação)
Alan Guedes (à esq.) e secretário de Obras no local onde erosão se aproxima de via. (Foto: Divulgação)

A obra para recuperar a lateral da Avenida Presidente Vargas, em Dourados (a 233 km de Campo Grande), começa ainda nesta sexta-feira (17). O anúncio foi feito nesta manhã, pelo prefeito Alan Guedes (PP). Segundo a prefeitura, não será preciso interditar toda a rua, mas apenas uma das três vias, à direita, no sentido Itaporã-Dourados.

A lateral da avenida começou a desmoronar após a chuva de 40 milímetros na noite de ontem, exatamente no ponto que desmoronou em abril de 2019.

Principal ligação entre Dourados, Itaporã e Maracaju e à região de Bonito, a Presidente Vargas ficou interditada por seis meses, de 2 de abril a 30 de setembro de 2019. Quase R$ 1 milhão liberado pelo Governo do Estado foi gasto pela prefeitura na obra.

Segundo a assessoria de Alan Guedes, a recuperação será feita pela prefeitura e pela Sanesul. A erosão foi provocada pelo grande volume de água pluvial, ao lado do Córrego Laranja Doce.

“A canaleta instalada no local não aguentou a pressão d’água, acabou cedendo e provocando a erosão. Agora à tarde, vamos fazer novo aterramento e depois, reconstruir a canaleta”, explicou o secretário municipal de Obras Públicas Luis Gustavo Casarin. Ele acompanhou o prefeito na vistoria ao local.

Segundo Alan Guedes, a Guarda Municipal isolou um das três pistas da Presidente Vargas, mas o trânsito segue normal. “Choveu cerca de 40 milímetros em aproximadamente uma hora e meia. Visitamos outros pontos da cidade que também tiveram problemas e já estamos com nossas equipes nas ruas para intervenções”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário