A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

22/04/2019 11:19

PRF apreende 80 quilos de cocaína em carreta com milho a granel

Caminhoneiro morador em Ponta Porã fazia a terceira viagem com carga de cocaína, mas foi preso hoje em Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Policial rodoviário federal retira tabletes de cocaína de compartimento secreto em carreta (Foto: Adilson Domingos)Policial rodoviário federal retira tabletes de cocaína de compartimento secreto em carreta (Foto: Adilson Domingos)

Um carregamento de pelo menos 80 quilos de cocaína pura foi apreendido pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na manhã desta segunda-feira (22) em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A droga saiu do Paraguai pela nova rota do pó em Mato Grosso do Sul e estava sendo levada para São Paulo em uma carreta com 32 toneladas de milho a granel.

O condutor da carreta, Julian Centurion Ovelar, 35, morador em Ponta Porã, foi preso em flagrante. Ele confessou que estava transportando cocaína pela terceira vez e disse que receberia R$ 12 mil pelo serviço. Entretanto, os policiais suspeitam que ele tenha mentido. Geralmente o valor pago é bem mais alto, muitas vezes passando dos R$ 100 mil.

A cocaína foi descoberta após policiais rodoviários federais em fiscalização na BR-463 serem alertados por um condutor de que havia uma carreta parada no anel viário, estrada estadual por onde passam veículos pesados para desviar do centro de Dourados.

Os policiais foram ao local e perceberam nervosismo do motorista. Julian também caiu em contradição ao tentar explicar o motivo por ter parado na estrada.

A carreta foi levada para a base da PRF na BR-163 e durante a vistoria os policiais perceberam que sinais de que o reservatório de ar comprimido tinha sido aberto. Questionado sobre o serviço feito no compartimento, Julian confessou que transportava cocaína, mas disse não saber a quantidade.

O compartimento secreto foi aberto pelos policiais e no local encontrados 80 tabletes de cocaína. A droga ainda será pesada na Polícia Federal, mas a estimativa é de 80 quilos. Levando em conta o preço do quilo em 5 mil dólares no Paraguai, é possível estimar a carga em R$ 1,6 milhão.

O caminhoneiro contou aos policiais que a droga foi colocada no compartimento oculto em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã. Depois foi até Amambai, onde pegou a carga de milho, para levar até São Paulo. A carga de milho é lícita, segundo a PRF. Julian foi levado para a PF, onde será autuado em flagrante por tráfico internacional de drogas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions