A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

07/12/2018 16:16

Sob vaias, Câmara transfere eleição da Mesa Diretora para amanhã

Com boicote de oito vereadores, sessão foi encerrada nesta sexta sem a votação; nova tentativa será amanhã às 14h

Helio de Freitas, de Dourados
Único candidato presente, Alan Guedes conversa com a presidente da Câmara, Daniela Hall (Foto: Helio de Freitas)Único candidato presente, Alan Guedes conversa com a presidente da Câmara, Daniela Hall (Foto: Helio de Freitas)

Debaixo de vaias e gritos de “ladrões” e “covardes”, a presidente da Câmara de Vereadores Daniela Hall (PSD) encerrou por volta de 15h10 desta sexta-feira (7) a sessão extraordinária convocada para a eleição da nova Mesa Diretora do Legislativo de Dourados, a 233 km de Campo Grande.

O motivo foi a falta de quorum para fazer a eleição. Daniela Hall informou que seriam necessários dez vereadores – maioria simples dos 19 legisladores do município. Entretanto, apenas oito estavam presentes.

Uma nova tentativa de eleição foi marcada para 14h deste sábado (8), feriado municipal pelo dia da Padroeira Imaculada Conceição.

A tentativa frustrada de eleição ocorreu dois dias após três vereadores – dois deles candidatos na eleição da Mesa Diretora – serem presos acusados de corrupção.

Moradores presentes na sessão protestaram contra a manobra dos vereadores da base aliada da prefeita Délia Razuk (PR), que boicotaram a sessão e impediram a eleição. Para os manifestantes, o grupo agiu para proteger a candidatura do vereador Pedro Pepa (DEM), impedido de participar da eleição porque está preso.

Idenor Machado (PSDB) e Pastor Cirilo Ramão – candidato a segundo secretário na chapa de Pepa – também estão presos. Eles são investigados na Operação Cifra Negra, do Ministério Público de Mato Grosso do Sul.

Protesto contra Daniela – O Campo Grande News apurou que o grupo de vereadores ausentes tomou a decisão em protesto à manobra de Daniela Hall de não convocar o suplente Mauricio Lemes Soares (PSB) para a vaga de Idenor Machado.

Após Idenor pedir afastamento por 32 dias, ontem de manhã, Mauricio correu para a Câmara e protocolou um pedido de convocação, para poder participar da eleição desta sexta. Só que a presidente da Casa ainda não fez a convocação e hoje disse que a posse dele só deve ocorrer na segunda-feira (10).

Daniela Hall integra a chapa adversária do vereador preso. Ela é candidata à segunda secretária na chapa que tem o vereador Alan Guedes (DEM) como candidato a presidente. Apesar de pertencer ao mesmo partido de Pedro Pepa, Alan não é alinhado à administração municipal.

O grupo que faltou à sessão também reclama por Daniela Hall não ter acatado o pedido de substituição de Pedro Pepa e de Cirilo Ramão na chapa.

O documento solicitando a troca de Pepa por Alberto Alves dos Santos, o Bebeto (PDT), e de Cirilo Ramão por Janio Colman Miguel (PR), foi protocolado ontem na Câmara, mas a presidência não se manifestou sobre o caso.

Veja abaixo o vídeo da sessão, encerrada sem a eleição da Mesa Diretora:

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions