A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

08/06/2017 09:25

Obra de pavimentação em ruas do Aero Rancho vai durar seis meses

Prazo será contado a partir da ordem de serviço, que sairá até o fim de junho

Mayara Bueno
Rua do Bairro Aero Rancho; diversas vias serão asfaltadas. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).Rua do Bairro Aero Rancho; diversas vias serão asfaltadas. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).

A obra de pavimentação de ruas do Aero Rancho, bairro mais populoso de Campo Grande, deve durar seis meses, conforme divulgação no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (8). O prazo, no entanto, começa a ser contado a partir da ordem de início dos serviços, que ainda não ocorreu.

No extrato, a empresa Decimal Engenharia, vencedora da licitação em 23 de maio, assina contrato com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) de R$ 1.037.849,88.

“O prazo para execução da obra será de 180 dias consecutivos, contados da data de recebimento da Ordem de Início dos Serviços, a ser expedida pela Agesul”. De acordo com a Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura), a autorização para começo da obra será feita até o fim de junho.

A empresa fará a execução das obras de infraestrutura urbana, pavimentação asfáltica e drenagem de águas no Aero Rancho, conforme previa o objeto do certame.

Por lá, as obras passarão, especificamente, pelas ruas Universal, Taumaturgo, Carmen Miranda, entre a Avenida Graça Aranha e Rua Bongiovane, e trecho desta última via entre a Universal e Carmen Miranda e da Taumaturgo entre Bongiovane e a Canutama.

Etapas - Com o bairro definido por setores batizados com letras do alfabeto pelos técnicos da Agesul, as obras do Aero Rancho referem-se a chamada Etapa G, mas isso não significa que todas as etapas anteriores estejam prontas.

A pavimentação de ruas do setor A, por exemplo, foi lançada ainda na gestão do ex-prefeito Nelsinho Trad (PTB), mas não está concluída. No bairro, segundo dados da Agesul, foram pavimentadas as ruas dos setores B, C e D durante a gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB), e agora será a vez do setor G.

Segundo o último censo demográfico de 2010, o bairro contém 36,7 mil moradores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions