A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2019

20/12/2018 17:45

Pais são pegos de surpresa com notícia de fechamento de escola no bairro Amambai

Escola encerrou o ano letivo de 2018 com 288 crianças matriculadas em séries do 2º ao 9º ano

Kerolyn Araújo e Tatiana Marin
Renata teme pelo futuro dos dois filhos, ambos especiais. (Foto: Paulo Francis)Renata teme pelo futuro dos dois filhos, ambos especiais. (Foto: Paulo Francis)

Pais e alunos da Escola Estadual Zamenhof, localizada no bairro Amambai, foram pegos de surpresa nesta quinta-feira (20) com a informação do fechamento do colégio. Segundo a SED (Secretaria Estadual de Educação), o local será fechado porque contém poucos alunos, além do prédio que abriga a instituição, na rua Dom Aquino, ser alugado. A escola encerrou o ano letivo com 288 crianças matriculadas em séries do 2º ao 9º ano.

 

Desesperados e temendo o futuro dos filhos, um grupo de pais de reuniu em frente à escola na tarde desta quinta-feira. Eles fizeram um abaixo-assinado e esperam conseguir fazer com que o local não seja fechado.

Mãe de duas crianças de 7 anos, ambas especiais, Renata Caroline Santana, 30 anos, disse que o fechamento da escola causará inúmeros transtornos, principalmente porque os filhos necessitam de atenção especial. ''É a única escola estadual da região que tem ensino fundamental e atende crianças especiais", disse chorando. Segundo a confeiteira, o sentimento que fica é de indignação. ''Onde já se viu economizar gastos com educação? Vergonha desse governo", lamentou.

 

 

Pais se reuniram em frente à escola na tarde desta quinta-feira (20). (Foto: Paulo Francis)Pais se reuniram em frente à escola na tarde desta quinta-feira (20). (Foto: Paulo Francis)

Para a dona de casa Silvania Ferreira Pereira, 46 anos, a maior preocupação é como levará o filho para a escola que for remanejado. ''Moro aqui perto e não tenho como pagar pelo transporte particular. Meu filho estuda aqui há seis anos e o fechamento da escola vai causar muito prejuízo", disse.

O sentimento de tristeza não afeta somente pais e alunos, mas o corpo docente também. Professor na escola há cinco anos, Wagner Moraes, 42 anos, não sabe qual será o destino no próximo ano. ''A notícia foi uma surpresa, ficamos sabendo hoje de manhã. Com o fechamento da escola ficamos sem saber onde vamos trabalhar no próximo ano, se vamos conseguir uma escola perto de casa ou não. Os professores que são nomeados também não sabem se terão emprego no próximo ano. É triste a forma que a educação é tratada", comentou.

 

 

Pais foram pegos de surpresa com notícia de fechamento de escola. (Foto: Paulo Francis)Pais foram pegos de surpresa com notícia de fechamento de escola. (Foto: Paulo Francis)

Distribuição - Conforme a SED, alunos do 2º ao 4º ano serão remanejados para uma das quatro escolas municipais na região. Já alunos do 5º ao 9º ano serão encaminhados para duas escolas estaduais nas proximidades.

A Escola Estadual Riachuelo, no bairro Cabreúva, deixará de funcionar no mesmo prédio no próximo ano. Ela funcionará no mesmo local onde é a escola Hércules Maymone, na rua Joaquim Murtinho.

A transferência da escola para outro prédio também não agradou pais e alunos e levou alguns deles à Câmara Municipal nesta quinta-feira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions