A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/11/2009 08:18

Prefeitura quer mudar Camelódromo para antiga rodoviária

Redação

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), quer transferir os comerciantes do Camelódromo para a estrutura da antiga rodoviária, dentro do projeto de revitalização do centro da Capital.

Estas e outras propostas foram detalhadas ontem à noite pelo prefeito, durante audiência pública na Câmara Municipal. O projeto começa em 2010, mas será realizado a médio e longo prazo.

Com o projeto, o prédio do Camelódromo será destruído, para a abertura de um trecho da Via Morena.

Todo o entorno da rodoviária "velha" seria revitalizado. Segundo Nelsinho, a reforma serviria para "tirar o aspecto feio" do local.

Para o prefeito, o prédio desocupado a partir da construção da nova rodoviária, na saída para São Paulo, seria ideal para acomodar os comerciantes do Camelódromo, principalmente devido à quantidade de espaço e vagas de estacionamento.

"Acho que ali é o lugar ideal. Tem 300 estacionamentos, vai dar uma melhorada na região", opinou Nelsinho.

Mas o projeto do prefeito não prevê apenas migrar os comerciantes do Camelódromo para a antiga rodoviária. A proposta é incluir outros serviços no local e deixar a região "mais viva".

Uma das idéias é que os ônibus de turismo saiam dali, assim como os carros do City Tour. Outro projeto é que usuários do transporte coletivo possam sair da antiga para a nova rodoviária, por meio de uma linha fixa.

O prefeito também pretende utilizar o espaço para estimular o cidadão a freqüentar o cinema. O projeto é exterminar as salas de cinema pornô da antiga rodoviária, reformar o local e determinar a exibição de filmes culturais.

A rodoviária velha também seria transformada em um local de atendimento aos turistas, de apoio às incubadoras e de estímulo ao empreendedorismo.

A idéia é adequar o espaço para o acesso às pessoas com necessidades especiais. Metade da obra de revitalização do centro será financiada pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e a outra parte pela própria prefeitura, num total de US$ 38 milhões.

A apresentação de ontem, na Câmara Municipal, foi uma exigência do próprio BID para liberar o empréstimo. Na prática, o projeto será executado em várias etapas, e pode ser modificado ao longo do tempo.

"Vários pontos deste projeto são polêmicos, incluindo a mudança do Camelódromo, então não tem nada definitivo, vamos adequando", explicou o prefeito.

Resistência

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions