A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/01/2008 17:10

Secretarias municipais divulgam balanços sobre vacinação

Redação

Balanços da vacinação divulgados por secretarias de saúde municipais comprovam a correia em busca da imunização contra febre amarela em Mato Grosso do Sul. Apenas em Campo Grande, foram vacinadas até esta terça-feira (15 de janeiro) 53.468 pessoas, conforme informou a coordenadora de Vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, Erci Hirota.

Segundo ela, apenas hoje foram 13,5 mil imunizações, números muito acima do aguardado para este tipo de vacina. "As vacinações de rotina não chegam a isso, por isso a procura não era esperada. Mas estamos prontos para atender", informou. A expectativa é de que até amanhã (16), quando novas doses chegarão à Capital, os estoques da cidade serão suficientes para a população.

Erci Hirota lembra que a procura por vacinas só surpreende porque a população não esta habituada a se imunizar. "Se a população se imunizasse normalmente não haveria essa procura", destacou a coordenadora.

A situação é semelhante no interior do Estado, onde se registra uma corrida aos postos de saúde. Em Dourados, o setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde afirma que, desde o dia 7 de janeiro, foram aplicadas 18,4 mil doses de vacina contra febre amarela. Devanildo de Souza, coordenador do setor, informou que nos últimos oito anos foram aplicadas 140 mil doses da vacina no município, por isso, estima-se que 80% da população está imunizada. A prioridade atual da Secretaria Municipal de Saúde douradense é de imunizar quem vai deixar a cidade, quem não se vacinou ou quem está com a vacinação vencida.

Em Três Lagoas, nas últimas 48 horas, foram aplicadas cerca de oito mil doses de vacina, conforme Miriam Giratta, coordenadora do setor de Imunizações da cidade. O número é embasado no total de vacinas repassadas ao município. Ela lembra, ainda, que as pessoas que se vacinaram nos últimos dez anos estão imunes à febre amarela. Situação similar é registrada em Ponta Porã, onde se identificou uma alta considerável na procura por vacinas no município, com filas sendo realizadas desde a madrugada.

Já em Corumbá, a prefeitura disponibiliza vacinas em todos os postos de saúde, ao mesmo tempo em que são realizadas ações de controle do mosquito Aedes aegypti

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions