ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 18º

Cidades

Tremores por causa de terremoto na Bolívia “cercam” Mato Grosso do Sul

Nem em Campo Grande e nem em Corumbá, na fronteira, houve registro de tremores

Por Anahi Zurutuza | 02/04/2018 12:38
Registros dos tremores percebidos no Brasil (Foto: Site Sentiu aí?/Reprodução)
Registros dos tremores percebidos no Brasil (Foto: Site Sentiu aí?/Reprodução)

Reflexos do terremoto de magnitude 6.8, que atingiu o sul da Bolívia pouco antes das 10h, foram sentidos em vários Estados que cercam Mato Grosso do Sul. Mas, nem em Campo Grande e nem em Corumbá, na fronteira, houve registro de tremores.

Campo Grande fica a cerca de 1 mil km de Santa Cruz de La Sierra, metade da distância entre a capital de Bolívia e São Paulo (SP), onde prédios foram evacuados por causa de tremores. “Existem alguns terremotos cujos efeitos mais expressivos a uma maior distância”, explica o Lucas Veira Barros, doutor em cismologia e professor pelo Observatório Cismológico da UnB (Universidade de Brasília).

O especialista explica ainda que a estação cismológica de Aquidauana deve ter registrado o abalo. “Todas as estações funcionando no Brasil com certeza detectaram”. Mas, não necessariamente os tremores são sentidos.

Segundo apurou o Uol, além de São Paulo, reflexos foram percebidos em Brasília (DF), Belo Horizonte (MG) e cidades do Rio Grande Sul e Paraná.

O Corpo de Bombeiros confirmou uma "vistoria em risco de desabamento" em imóvel na zona sul de Belo Horizonte. Mas não há registro de feridos em território nacional. Autoridades bolivianas ainda não divulgaram o balanço de estragos e feridos.