A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


30/10/2019 11:21

Comunicação ainda tem coloração marrom

Reinaldo Rosa

PAGA QUANTO? – Comunicação com coloração “marronzista e chinxilenta” -como diria Odorico Paraguaçu- ainda campeia por estas bandas. Responsável por emissora de TV local tentou –sem sucesso- o nada racional “Posso publicar. Ou não. Só depende de você”. Que feio.

PÉ EM DUAS CANOAS – O respeito imperou entre profissionais do radiojornalismo de Campo Grande. Enelvo Felini, diretor da Funtrab, interrompeu entrevista ao vivo na Rádio Hora para conceder outra, via celular, para o ‘Tribuna Livre’, da Capital FM. Simples assim.

MERCADO ABERTO – Retransmissoras de TVs locais apostam em adaptações para chegar à outra margem da praia. Com vida. Tradicionais anunciantes contingenciam verbas publicitárias e recessão econômica nacional puxam para baixo os rendimentos das emissoras.

SEM PAUTA – Capacitado profissional especialista no futebol de Mato Grosso do Sul tem a rede social como instrumento para fazer suas avaliações críticas. É vasto o número de cronistas esportivos desempregados vítimas da forma de administrar dos dirigentes do setor.

SINHOZINHO – Radialista integrante da última leva de demissionários de rádio de Campo Grande está noutra. Ou quase. Locutor de programa de variedade já mantém entendimentos junto a outro endereço do dial da capital morena.

CAUSA E EFEITO - Sem um futebol capaz de tirar os torcedores do sofá –em direção aos estádios- emissoras de rádios perdem filão de anunciantes interessados em resenha esportiva. Simples assim.

NEM TE LIGO – Redes sociais -até aqui um poço de mágoas- publicam seguidas críticas sobre o que emissoras apresentam em suas grades musicais. Sem possíveis modificação nos trabalhos dos comunicadores, ouvintes –e profissionais fora do mercado- manifestam-se de forma nada democrática. Digamos assim.

FECHA-SE A CORTINA – Walcir Carrasco ironiza alas conservadoras da sociedade reagindo aos homofóbicos de plantão. Presidiária Josiane torna-se evangélica e ganha seguidor, o ex-amante Régis, que se nega a comparecer a casamento gay do cunhado por não concordar com esse tipo de união. “A Dona do Pedaço” chega ao final com bolos para todos os gostos.

MEXEU COM ELA MEXEU COMIGO - Carla Vilhena escreveu –e depois apagou- publicação que fez no Twitter criticando a cobertura sobre a morte do diretor Jorge Fernando, no ‘Jornal Hoje’. Apoiadores de Maria Júlia Coutinho gritaram (contra Vilhena) e a retratação foi feita.

QUER VER SANGUE – Globo consegue maior ibope durante capítulo de ‘A Dona do Pedaço’ em que Josiane (Agatha Moreira) atinge Téo (Rainer Cadete) com picador de gelo em Motel. A trama atingiu 42 pontos de audiência contra os 44 obtidos na noite em que Maria da Paz (Juliana Paes) atirou em Régis (Reinaldo Gianecchini. Página policial mantém contingente de apreciadores.

Pesquisa tem novidade sobre audiência no rádio
NO RETROVISOR – Pesquisa, para consumo interno por parte da solicitante, teve alguns dados vazados e revelaram algumas surpresas. A novata ‘Rádio Hor...
Festão de emissora vai ficar só no amigo secreto em 2019
ANO NOVO QUENTE NA GLOBO - A Globo acena com novo modelo de gestão e produção a partir de janeiro próximo. No projeto 'Uma Só Globo' serão fundidas t...
Amado e odiado por torcedor do futebol nacional
OLHA QUEM FALA – Em campanhas eleitorais candidatos –nos mais variados níveis- prometem até – ou principalmente - o inexequível. Com tantos espectros...
Nas rádios, a campanha já começou
CAMPANHA NA RUA – Diretor maior do Procon, Marcelo Salomão já está em campanha das eleições 2020. Visitas a segmentos selecionados e participação em ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions