A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


09/12/2015 10:56

Ficção e não ficção da comunicação

Reinaldo Rosa
Cássia Kiss durante cena em novela das 21hCássia Kiss durante cena em novela das 21h

PERDEU PLAYBOY - Na madrugada de segunda-feira foi ao ar o ‘Canal Livre’, com participação de Antonio Lavareda e Gaudêncio Torquato como entrevistados, pela TV Guanandi. Feliz coerência para discussões e esclarecimentos no atual momento político que vive o país. ‘Festas e Eventos’ evitou que a audiência do jornalismo da Band fosse maior no Estado.

NEM AÍ – O mix de direção administrativa de seita religiosa e comunicação televisiva não pode dar certo. Qualificação da audiência é item preponderante para emissora que se propõe fazer o melhor para os telespectadores. Objetivo alcançado com a mexida na grade de programação. Simples assim.

VOU BEM ALÍ - Inaugurado com pompa e circunstância (como diriam alguns) a ‘Record News’, da rede do bispo Edir Macedo, dá sinais de jogar a toalha. Com propostas de TV por assinatura transmitida na aberta, os trabalhos não vingaram e a audiência é pífia. Seguidores da IURD não se interessam por jornalismo e, sem audiência significativa, anunciantes desaparecem.

BAIXA NA BOLSA - Imagens da ‘Record News’ ficaram congeladas por cerca de 12 horas e o quadro de funcionários sofreu sensível baixa nos últimos meses, segundo colunista do Uol. O contingenciamento de recursos financeiros é uma das causas. Retração nos dízimos.

ONDE ANDA - O jornalista Roberto Costa pode ter seu trabalho acompanhado nas ondas da TV não tão fechada. Comanda programa de entrevistas na TVCOM – Canal 4, na NET, às 6, 14 e 22 horas.

TEMPERATURA MÁXIMA – Telejornalismo de redes nacional escancara comportamento de eleitos pelo povo. Deputado federal Carlos Marun demonstrou sua boa circulação sanguínea na defesa de Eduardo Cunha. Aquele.

OLD FASHIONED WAY – Carmen Cestari e Cadu Bortolotti mantém a boa audiência do ‘Noticidade’, na FM Cidade; mesmo concorrendo com informativos televisivos do horário. Fora do ar, a jornalista curte músicas que não fazem parte da programação da emissora em que trabalha. Água e óleo.

PROFISSÃO DE RISCO - O Sindicato dos Radialistas de Mato Grosso do Sul - SINTERCOM/MS emitiu nota repudiando “qualquer forma ou ato de violência que atinge diretamente os profissionais Radialistas em nosso Estado”. A informação foi divulgada no site do Sindicato em agosto deste ano, sobre o assassinato do radialista Ailton Ferreira de Oliveira, no município de Itaquiraí. Solução, até agora nada.

RETRATO REAL – Crimes sem soluções invadem as telinhas do país. Os assassinatos de ‘A regra do jogo’, na rede Globo, acontecem e são esquecidos pelos órgãos de segurança, personagens e telespectadores. Na trama foram mortos: Dênis (Amauri Oliveira), o jornalista Dário (Alcemar Vieira), Djanira (Cassia Kis), Sueli (Paula Burlamaqui), Paturi (Glicério do Rosário) e, por fim, o delegado Faustini (Ricardo Pereira). Fatos reais não terão sido meras coincidências.

Comércio local fora do horário nobre
DE BRISA – TV Morena continua com tabela de preços discricionária em sua grade publicitária. No horário nobre não existe veiculação significativa de ...
TVE tem novidade na cobertura do futebol de MS
VÍDEO MONITORAMENTO - Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Dourados instaura Inquérito Civil para investigar eventual irregularida...
Só Corumbá terá Carnaval na televisão
MAMÃE EU QUERO – Procura-se o responsável pelo apoio midiático e discriminatório do governo do Estado. Apenas a Festa de Momo, de Corumbá, foi privil...
Proposta do Grupo Zahran é notícia em Goiás
BABADO GRANDE – Fevereiro começou com grande bomba em Goiás, com os rumores sobre a venda da mais antiga empresa de comunicação local. O Grupo Jaime ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions