ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 21º

De olho na TV

Palanques eletrônicos para 2020 já estão montados

Por Reinaldo Rosa | 16/09/2019 09:02

RIDES AGAIN – Ano eleitoral se aproxima e manias de sempre – via rádio - voltam com tudo aos receptores. Vereadora de Campo Grande aplica parte de verba pessoal para manter programa nas ondas da Rádio Difusora FM. Palanques eletrônicos para 2020 já estão montados.

CANDIDATOS DA CASA – Proveniente das ondas que o ajudaram se eleger vereador na capital morena, Cazuza invade terreiro alheio. Rei das comadres, nas manhãs de domingo, João Bosco de Medeiros acusou o golpe dado pela direção da Cidade FM ao tirar-lhe três horas de seu programa.

CERTO E DUVIDOSO – O sobe e desce da economia nacional tem razões que a própria desconhece. O 'Alto Astral', de João Bosco, é atração de faturamento líquido e certo para a emissora. Cedência de horário ao edil da casa compensaria o corte em programa vitorioso financeiramente? Vai saber.

SE ELEIÇÃO FOSSE HOJE – Pesquisa "para conhecimento interno do partido" caiu nas redes sociais e, tem figurinhas carimbadas da comunicação nas estratificações correspondentes. Maioria dos envaidecidos citados já assumiram o discurso de que não são candidatos. Esperar para crer.

0,16% - Joel Silva, João Bosco de Medeiros e Brejinho surfam no inconsciente de ouvintes e espectadores da comunicação campo-grandense. Não demonstram interesse – por enquanto - mas são lembrados por alguns questionados em pesquisa xereta da capital.

OI GENTE – Rede MS está à toda com programação especial em comemoração ao aniversário da criação de Mato Grosso do Sul. Ciro de Oliveira, Ellen Genaro e equipe registraram matéria com João Bosco de Medeiros para exibição no 'Balanço Geral' e 'Cidade Alerta' de outubro próximo.

TÔ DENTRO - Maria Garcia Borges primeira locutora mulher da Rádio Cultura, o compositor Paulo Simões e Wilson de Aquino também estão presentes na citada produção da Rede MS. Cultura regional tem devido reconhecimento.

CADÊ O ASSINANTE QUE ESTAVA AQUI? – Programas repetidos em, até, quatro vezes por dia; intervalos usados para a TV falar dela própria e grande quantidade de interrupções. Lista de algumas razões para a fuga, a cada minuto, de três assinantes da TV paga no Brasil.

ÁGUA ENTRE OS DEDOS - Somente entre janeiro e julho, a TV paga no Brasil perdeu cerca de um milhão de assinantes, conforme o site 'Notícias da TV', no Uol. Associação das emissoras de TVs por assinatura alegam, entre outros fatos, o aumento de ICMS sobre serviços prestados e alto número de apreciadores do 'gato net'. Simples assim.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário