ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 19º

Em Pauta

Meio ambiente: o embate entre Malthusianos e os Cornos

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 30/09/2021 06:30
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Pense, por exemplo, na rixa entre os Montecchios e os Capuletos em Romeu e Julieta. Dentro do campo da ciências ambientais, há uma disputa semelhante que já se estende por algumas décadas: o embate entre Malthisianos e Cornos (ou Cornucopianos). É claro que no Brasil tupiniquim, não há necessidade de estudos ou argumentos para desmatar ou queimar, basta "passar a boiada". Basta ser troglodita.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O legado de Malthus.

Dando prosseguimento ao legado do economista inglês Thomas Malthus, os malthusianos temem que o crescimento exponencial da população humana, e de suas demandas econômicas, excederão os recursos globais necessários para sustentar as pessoas, ameaçando a sustentabilidade de longo prazo.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Os Cornos da Abundância.

Por sua vez, os Cornos - cujo nome nada tem a ver com traição, mas com o corno da abundância da mitologia grega, a cornucópia - argumentam que avanços tecnológicos bastarão para suprir as necessidades da sociedade e que o crescimento econômico irrestrito e o aumento populacional são positivos, pois resultarão em novas ideias.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Revolução verde, defesa dos Cornos.

Uma das maiores defesas dos Cornos está na Revolução Verde dos anos 1960. Foi quando ocorreu a modernização da agricultura em escala global. A base foram os fertilizantes, agrotóxicos, maquinários agrícolas e as sementes geneticamente modificadas. Naquela época, os Malthusianos foram derrotados pois a produção alimentar cresceu enormemente, impedindo as populações morrerem de fome, como preconizava Malthus. Mas o exagero do emprego dos agrotóxicos devolveram os Malthusianos à cena, ao embate, no campo alimentar.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Energia nuclear e crescimento econômico.

Vozes racionais e análises claras são sempre bem vindas nos acalorados debates sobre a melhor forma de abordar o problema ambiental. Infelizmente, não há debate em nosso país. Só há platitudes infantis. Para os Cornos, a questão energética só pode ser resolvida com o aumento exponencial da energia nuclear. Não há possibilidade de aumentar a produção de energia com os ventos ou com o sol. Ainda que você não deseje, é imperioso perguntar: você é Malthusiano ou Corno?

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário