A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


06/01/2017 11:24

Série Educação em Foco - I Gastos com educação

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Olá, caro leitor. Mais um ano se inicia e, com ele, a expectativa de concretização de sonhos antigos, novas realizações e a superação de desafios. Espero que neste período de festas vocês tenha encontrado tempo para refletir um pouco sobre sua vida e se preparar para alcançar os seu objetivos nos próximos 365 dias.

Nós aqui da coluna de Finanças & Investimentos do Campo Grande News também realizamos esta lição de casa e planejamos muitas coisas boas para este novo ano. Entre elas está a retomada da realização de séries de conteúdo esporádicas, ou seja, definimos algum tema de grande interesse e o abordamos em profundidade e amplitude ao longo de um período de tempo.

A realização de séries é importante, pois você saberá de antemão o tema de publicação dos artigos, podendo segui-lo conforme seu interesse. Você terá um verdadeiro curso intensivo, facilitando o estudo, leitura e posterior consulta.

Além disso, estamos preparando a criação de mais ferramentas, guias e outros materiais, que abordem de uma maneira mais completa e profunda o assunto de um tema ou artigo específico. Por isso fique ligado, pois este ano promete! Ok, dito isso, vamos deixar de conversa e já começar 2017 com o pé direito, iniciando nossa primeira série de 15 artigos relacionados ao tema da educação.

Aproveitando este período de matrículas nas escolas particulares, volta às aulas, adequação do orçamento, início dos gastos com as “contas de início de ano” e o uso do 13º salário, vamos iniciar esta série de estudo para auxiliar pais, responsáveis e alunos a escolher os melhores serviços em educação e ponderar sobre as diferentes variáveis que influenciam este universo, principalmente no que diz respeito às finanças e planejamento pessoal.

A educação tem um peso enorme nas finanças familiares, chegando muitas vezes a superar a recomendação máxima de 30% de comprometimento total do orçamento doméstico. Vista como expectativa de uma vida melhor tanto para o indivíduo, como para os seu filhos ou dependentes, os gastos relativos ao universo da educação parecem se justificar “por si só”. Não obstante é necessário se munir de informações e disciplina para que este “sonho de um futuro melhor” não acabe se transformando em um pesadelo.

Começando a cumprir com o planejamento para a coluna deste ano, lançamos um guia patrocinado com as melhores instituições educacionais privadas do Estado, que atuam em diferentes áreas do conhecimento, formação de habilidades e apoio aos estudos (escolas de educação infantil, fundamental, médio, preparatórios, universidades, idiomas, profissionalizantes, auto escolas, transporte, papelaria etc.) para facilitar a sua consulta e busca de informações neste período e ainda para subsidiar com mais informações a sua tomada de decisão.

A seguir damos início à série 'Educação em Foco', abordando justamente o orçamento doméstico no planejamento educacional. Que você tenha uma boa leitura!

Quando você pensa em planejamento para o futuro, o que lhe vem à cabeça? A casa nova, o carro zero, a viagem dos sonhos, a aposentadoria... Todas essas são aspirações importantes e que exigem planejamento. Mas, hoje em dia, um dos maiores investimentos que um pai tem é com relação à educação de seus filhos, visando oferecer um ensino de qualidade para as crianças. Hoje em dia é raro encontrar crianças com três anos de idade que não estejam na escola. Considerando que boa parte dos cursos universitários tem duração de quatro anos, fica fácil ver que, da pré-escola até a conclusão da faculdade, estamos falando de 19 anos de estudo.

Oferecer uma educação de qualidade aos filhos no Brasil custa caro e, portanto, o planejamento deve começar nos primeiros dias de vida da criança. A dica é aplicar um percentual do orçamento doméstico todos os meses. Além disso, parte dos "extras", como 13º salário, férias, bônus, participações em lucros etc. também deve ser destinada para este mesmo fundo.

É importante que, durante todo o período da poupança, o orçamento doméstico se adapte à nova realidade, imaginando que aquela parte depositada não integra mais o orçamento doméstico. Ou seja, defina uma data para os depósitos e "esqueça" o dinheiro no banco.

Vale destacar que, mesmo com as crianças ingressando na escola, os pais devem manter o hábito da poupança, para que seus filhos tenham sempre à disposição um ensino de qualidade, além de um caixa para utilizar em eventuais atividades extras. Outra dica é negociar com as escolas o valor da matrícula e das mensalidades, já que existem estabelecimentos que oferecem descontos para pagamentos à vista da semestralidade ou da anuidade.

Não existe bom planejamento sem objetivo e determinação. No entanto, é preciso prudência. Como em qualquer outro grande gasto, principalmente de longo prazo, é importante seguir a recomendação de não comprometer mais do que 25% do orçamento familiar com o pagamento das mensalidades e de eventuais atividades extracurriculares. Com discernimento, certamente será possível proporcionar aos seus filhos o melhor ensino dentro de suas possibilidades financeira

Fonte: financaspraticas
Disclaimer: A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen é criador do portal www.mayel.com.br

A importância de dar uma pausa
Estou escrevendo este texto em um dos muitos feriados que este ano teve, e já pensando que o próximo também terá vários. Quem me conhece sabe que est...
Por que a maioria das lojas online não aceita débito
Desde que a internet se popularizou entre as pessoas no mundo todo, uma das áreas que mais cresceu foi, sem dúvida, a de comércio eletrônico. No come...
Errou? Que bom, agora você é alguém melhor e mais forte!
Errar. Como erramos durante toda a nossa vida, não é mesmo? Pode ser nos negócios, nas contas, nas relações, na falta de coragem ou nas decisões prec...
7 Dicas práticas de economia com o lazer
1.Aproveite mais os pequenos prazeres da vida: Uma volta no parque, um cochilo na rede, um piquenique no jardim e um filme com pipoca em uma tarde ch...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions