A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/11/2014 14:42

Cena corriqueira: motoristas ignoram sinalização e param em locais proibidos

Adriano Fernandes
A faixa amarela pintada junto à guia da calçada indica que não é permitido estacionar naquele local, e a sinalização horizontal reforça a proibição.(Foto : Direto das Ruas)A faixa amarela pintada junto à guia da calçada indica que não é permitido estacionar naquele local, e a sinalização horizontal reforça a proibição.(Foto : Direto das Ruas)
A fiscalização fica por conta da própria instituição privada e não como ocorre em vias publicas. (Foto:Direto das Ruas)A fiscalização fica por conta da própria instituição privada e não como ocorre em vias publicas. (Foto:Direto das Ruas)

A sinalização é nítida e a lei é clara, mais diariamente são flagrados por leitores do Campo Grande News, motoristas que estacionam em locais proibidos. Os contatos foram feitos via aplicativo WhatsApp com a redação.

Na Avenida Costa e Silva, em frente a uma agência bancária há tanto faixa amarela em guia rebaixada, quanto placa de proibido estacionar, no entanto, conforme o relato do arquiteto de 38 anos, Adelino Martins, todos os dias carros e motos estacionam no local. O flagrante é desta terça-feira (11) por volta das 11h30.

Na Rua 15 de Novembro, no Bairro Jardim do Estados, outro leitor, que preferiu não se identificar, registrou um motorista que estacionou o veículo sobre vaga destinada a cadeirantes . O leitor não soube precisar por quanto tempo o veículo ficou estacionado no local, e ressalta que o motorista não apresentava nenhuma deficiência.

Em casos como o relatado, a fiscalização fica por conta da própria instituição bancária e não como ocorre em vias publicas, onde a fiscalização cabe a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) .

A faixa amarela pintada junto à guia da calçada indica que não é permitido estacionar naquele local, e a sinalização horizontal reforça a proibição. A infração para quem para nesses lugares é tida como média, com multa de R$ 85,13 e perda de 4 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e remoção do veículo.

A Agetran pede a colaboração da população, disponibilizando para denuncias os contatos 3314-3422, 3314-3423 ou no 118. Acionados, equipes vão até o local tomar as devidas providências.

Direto das Ruas – Envie sua notícia, flagrante, sugestões de matérias, fotos, áudios e vídeos via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions