A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/03/2015 17:20

Estudante pega carro dos pais escondido e bate no muro da escola

Adriano Fernandes
Ao tentar fugir depois de ter batido em muro do colégio, aluna bateu em outro veículo que estava estacionado.(Foto: Direto das Ruas)Ao tentar fugir depois de ter batido em muro do colégio, aluna bateu em outro veículo que estava estacionado.(Foto: Direto das Ruas)

Uma jovem de 16 anos pegou o veículo modelo Corola, escondido dos pais e após bater no muro da escola Nova Geração, na rua Albert Sabin do bairro Taveirópolis, ainda colidiu com um veículo que estava estacionado próximo ao local. De acordo com o relato do publicitário Marcelo Miranda, de 34 anos, a garota era uma das estudantes do colégio.

O acidente ocorreu por volta das 17h da terça-feira (17), horário de saída dos alunos. Segundo Marcelo, a situação gerou tumulto e revolta de alguns pais que ameaçaram até chamar a policia, mas foram acalmados pelos coordenadores do colégio que entraram em contato com um tio da jovem, que se responsabilizou pela ocorrência. Após a batida, ela teria confessado que pegou o veículo escondido da mãe, que estava viajando.

O leitor se queixou da negligência da escola em relação ao fato, e o grande fluxo de veículos no horários de saída dos alunos. “A frequente desordem no trânsito na frente da escola Nova Geração é comum e a escola faz vista grossa. Tem sempre buzinaço, fila dupla, o trânsito fica travado, até ameaçado de morte já fui em frente a escola durante tumulto no trânsito. Como era saída dos alunos, isso poderia se transformar em uma tragédia pois no momento passavam crianças pela calçada”, disse o publicitário.

A reportagem entrou em contato com a direção da escola que informou que a familia da jovem foi avisada sobre o ocorrido. Quanto ao fluxo de veículos, a escola diz que já encaminhou um ofício a Agetran, solicitando o gerenciamento do trânsito nos horários de entrada e saída dos alunos. Mesmo o acidente não tendo relação direta com o número de veículos que circulavam no local, a escola informou que conta com o apoio de toda comunidade escolar e pais dos alunos para evitar fila dupla e estacionamento na calçada.

A Agetran por sua vez, informou via assessoria, que o órgão recebeu o oficio, mas dentre todas as escolas da capital a Nova Geração não foi a com maior fluxo de veículos nos horários de entrada e saída de alunos. A prioridade são as escolas com maior número de ocorrências de infrações de desrespeito ao trânsito.

De qualquer forma, equipes iriam até o local avaliar a necessidade de maior fiscalização. O próprio morador ou pai de aluno também pode acionar a Agetran pelo número 118. Acionados, equipes são deslocadas até as escolas para que sejam tomadas as devidas providências.

Infração- Na capital, o problema da lentidão e fila dupla em frente à escolas, mesmo que recorrente é infração grave, e gera multa no valor de R$ 127,69 e o motorista perde 5 pontos na carteira, além de ter o veículo removido do local. De acordo com a assessoria de imprensa da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), em ultima parcial de janeiro a 27 de fevereiro, foram 84 casos de multas por estacionar ao lado de outro veículo em fila dupla. 

Direto das Ruas - A sugestão acima foi feita por leitor, via aplicativo WhatsApp pelo canal Direto das Ruas, um meio de interação entre a redação e o leitor, por onde podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.

 

 



Interessante isso né. Depois grande parte desses pais ainda vêm querer pedir o fim da corrupção.
 
KingArthurPendragon em 20/03/2015 08:09:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions