ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, QUINTA  09    CAMPO GRANDE 17º

Direto das ruas

Família reclama de demora para transferência de idosa por falta de ambulância

Pensionista Maria Angélica dos Santos Barbosa foi internada ontem e mesmo com encaminhamento médico não conseguiu deixar CRS

Por Gabriel Neris | 12/08/2018 12:01
Maria Angélica dos Santos Barbosa, de 76 anos, está internada no CRS da Coophavilla 2 (Foto: Direto das Ruas)
Maria Angélica dos Santos Barbosa, de 76 anos, está internada no CRS da Coophavilla 2 (Foto: Direto das Ruas)

Uma senhora de 76 anos está internada no CRS (Centro Regional de Saúde) do bairro Coophavilla 2 – região sul de Campo Grande – e não consegue transferência para o Hospital Universitário por falta de ambulância. A pensionista Maria Angélica dos Santos Barbosa chegou a unidade no sábado (11), por volta das 18h.

O neto dela, Diogo Bruno Sodré Santos, de 27 anos, relata que é necessária uma ambulância alfa para transferência devido ao oxigênio. Os médicos encaminharam a paciente por volta das 5h30, uma outra ambulância apareceu no local, porém também não havia médico para acompanhá-la.

Segundo Diogo, os médicos estão preocupados com o coração da idosa e também acreditam que há líquido no pulão. “Ela não está respirando, não está urinando e não responde aos medicamentos”, conta o rapaz sobre a gravidade do caso.

A reportagem procurou a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), que admitiu o problema e informou que a paciente terá que aguardar a disponibilidade da ambulância destinada para este atendimento.

Direto das Ruas – O Campo Grande News recebeu a sugestão de pauta por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.