A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/09/2011 16:36

Agepan nega recurso a Enersul e mantém punição por descumprir metas

Marta Ferreira

A Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos) rejeitou recurso da Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul) contra punição aplicada à empresa por descumprimento, no ano de 2009, das metas estabelecidas para os indicadores que medem o tempo e a quantidade de vezes que os clientes ficam sem energia.

A decisão da Agepan contrária à Enersul foi tomada em reunião na semana passada, e o resultado foi publicado hoje no Diário Oficial.

Em fevereiro deste ano, a Agência anunciou que aplicou multas que, muntas, somavam R$ 1 milhão, pelo descumprimento dos indicadores de interrupção de energia em 2006, 2007, 2008 e 2009.

As multas foram decididas no ano passado, em julho, e este ano, foram confirmadas pelos conselheiros da Agepan.

O recurso rejeitado refere-se apenas ao ano de 2009, período para o qual a multa aplicada foi de R$ 114 mil.

A Enersul abastece 73 municípios do Estado e tem mais de 800 mil clientes.

A empresa agora pode agora recorrer à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), para onde o processo será enviado.

Enersul vence três prêmios nacionais do setor elétrico
a Enersul acumula agora 13 prêmios da revista Eletricidade ModernaA Enersul, concessionária que atende 73 municípios de Mato Grosso do Sul, venceu ...
No Procon, reclamações contra a Enersul dobraram no 1º semestre
A Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul) motivou, de janeiro a julho deste ano, 372 reclamações de clientes ao Procon em Campo Grande. Es...
Enersul aguarda notificação para falar sobre multa
A Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul) só deve emitir parecer sobre a multa de R$ 6,5 milhões impetrada pela Agepan (Agência de Regulaç...


Legal isso!
A AGEPAN aplica a multa e a ENERSUL repassa para os consumidores.
Ou seja, nós perdemos duas vezes: Uma por não ter um produto de qualidade; Dois por ter que pagar mais caro, em razão das multas que a empresa recebe.

Há muito que a empresa não disponibiliza os indicadores da qualidade dos serviços para os clientes.
Eu resido no interior do Estado e por capricho instalei um software em meu computador, o qual controla totalmente o funcionamento do meu no-break.
Em somente uma semana de uso, o mesmo registrou:
- 15 quedas bruscas de energia (a voltagem da rede caiu para menos de 96 volts)
- 3 interrupções com 1:45 hs sem energia (queda total e falta de energia)
- 55 ruídos (são interferências registradas na rede)

Depois disso, imprimi o relatório e levei no escritório regional.
Sabem o que me disseram?
R.: O senhor quer o que com isso?

SABEM O QUE EU QUERO? EU QUERO UM PRODUTO DE QUALIDADE COMPATÍVEL COM O ALTO PREÇO QUE EU PAGO PELA ENERGIA ELÉTRICA. SÓ ISSO EU QUERO.
 
Rodney OSilva em 13/09/2011 08:36:31
e muito bom que mexa no bolso deles para ver o que o comtribuinte sofre, estamos pagando uma das taxas mais caras do brasil e ainda o serviço fica a desejar. nao concordo. acho mais que justo que a enrsul pague pelos seus erros. gostaria que tivesse um jeito para que pudesse ser cobrado ainda mais desta empressa.
 
silvana meira simao em 13/09/2011 07:39:57
Manter multa é uma coisa... agora, pagar... já é bem diferente, pois a única coisa que a Enersul sabe fazer é aumentar as taxas,... e cobrar. Para isso eles são bons.
 
Marcelo Max em 12/09/2011 11:33:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions