A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

11/09/2019 09:15

Com procura de última hora, Refis arrecada R$ 36,6 milhões na Capital

Ontem, no último dia do Refis, 2,7 mil contribuintes procuraram a prefeitura para negociar débitos

Aline dos Santos
Fila para renegociação de débitos com a prefeitura , na manhã de ontem. (Foto: Henrique Kawaminami)Fila para renegociação de débitos com a prefeitura , na manhã de ontem. (Foto: Henrique Kawaminami)

O PPI (Programa de Pagamento Antecipado), iniciativa da prefeitura de Campo Grande mais conhecida como Refis, chegou ao fim ontem (dia 10) com grande procura e arrecadação de R$ 36,6 milhões. O valor ficou acima da expectativa, que era reaver R$ 30 milhões da dívida ativa.

De acordo com o titular da Sefin (Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento), Pedro Pedrossian Neto, o montante vai para despesas de custeio e pagamento de pessoal. “O pagamento de despesas correntes da prefeitura, como salários, medicamentos, merenda, manutenção de vias. Não é um dinheiro extra. Mas uma tentativa de reduzir a inadimplência”, afirma o secretário.

Atualmente, a dívida ativa (débitos) com a prefeitura é de R$ 2,6 bilhões. Por ser ano de eleição municipal, 2020 pode não ter programa de renegociação de dívidas. “Isso está em discussão ainda, sob análise da Procuradoria-Geral do Município”.

Somente na terça-feira (dia 10), último dia do Refis, 2,7 mil contribuintes procuraram a prefeitura na busca pelos descontos para pagamentos parcelados ou à vista.

O Refis abrangeu todos os tributos cobrados pelo município: ISS (Imposto sobre Serviços), ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Móveis) e, principalmente, o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions